Início Geral

Mantida condena??o de 18 anos para acusado de matar membro de torcida do Treze

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) negou recurso e manteve, nesta terça (23), a pena de 18 anos de reclusão ao acusado de matar a tiros um integrante da torcida do Treze, em um espetinho no bairro de Santa Roza, em Campina Grande, em 11 de outubro de 2013.

Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com o TJPB, no recurso, a defesa do acusado alegava que houve injustiça na aplicação da pena e pedia pela redução, afirmando que estava “exacerbada”.

O relator, o juiz convocado Carlos Antônio Sarmento, no voto, justificou que para chegar aos 16 anos de reclusão, o magistrado que presidiu o julgamento se fundamentou nas razões de: culpabilidade, antecedentes, personalidade, motivo do crime, consequências do crime e comportamento da vítima. “Verificando que uma destas fundamentações agrava e outra qualifica o crime, foi aumentada a pena para 18 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado”, explicou o relator.

O crime

Conforme o TJPB, o crime teria sido motivado pela disputa entre torcidas, já que a vítima era membro do Treze e o acusado seria do Campinense.

A vítima, acompanhada de alguns amigos no estabelecimento, teria avistado o denunciado do outro lado da rua, e, juntamente com os amigos, começou a dar risadas. Ao perceber a provocação da vítima, o acusado, na companhia de outras duas pessoas, aproximou-se e, sem que ele tivesse chance de se defender, o matou a tiros.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.