Início Geral

Membro da torcida Jovem do Galo é suspeito de integrar quadrilha de fraudes na BA

Um integrante da torcida do Treze da Paraíba é suspeito de participar de uma quadrilha que fraudava o programa de sócios do Esporte Clube Bahia. Segundo a polícia baiana, cinco pessoas foram presas nesse caso.

Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), da Polícia Civil baiana, os cinco integravam a torcida organizada Bamor e possuíam mandado de prisão temporária expedido pela Justiça, por organização criminosa e estelionato. Segundo o delegado Alexandre Narita, do Draco, o grupo aparecia nos arredores do estádio e até na casa dos torcedores com uma identificação falsa.

“Eles ofereciam uma espécie de promoção para integrar o Esquadrão Torcedor, que é o clube de sócios do Bahia, e, com isso, possuir as vantagens de ser associado por um valor muito abaixo do real”, explicou o delegado.

O grupo utilizava cartões de crédito de pessoas desconhecidas para se cadastrar no clube, de modo online, e embolsava o valor pago pelo torcedor. Quando o dono do cartão percebia, solicitava o estorno da cobrança, mas o novo membro acabava permanecendo como sócio por um bom tempo. Ainda de acordo com Narita, cerca de 400 pessoas foram enganadas pela quadrilha.

A investigação, que durou cerca de seis meses, identificou também a participação de mais duas pessoas, sendo uma delas o integrante da torcida organizada Jovem do Galo, do Esporte Clube Treze, de Campina Grande (PB). Ambos possuem mandado de prisão em aberto.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.