Moeda: Clima: Marés:
Início Esportes

Mesmo com derrota, Tiago Nunes confia em classificação na Libertadores

Conteúdo patrocinado. Cinco anos após uma traumática eliminação na Copa Libertadores, o Corinthians revive o fantasma do Guarani-PAR: após a derrota por 1 a 0 para o time paraguaio, em Assunção, o Timão precisa fazer dois na volta, quarta-feira que vem, na Arena, para avançar de fase.

Mesmo com o revés do passado, o técnico Tiago Nunes se mantém confiante na classificação. “É um jogo de 180 minutos. Vai terminar em São Paulo. Temos que buscar fazer todo o esforço possível para reverter”, declarou o treinador, que ainda defendeu que, quem viu a partida ao vivo, notou que o desempenho foi bom.

Em 2015, na disputa das oitavas de finais da competição sul-americana, o Corinthians perdeu as duas partidas (2 a 0 e 1 a 0) e foi eliminado pelo Guarani. Nunca na história do confronto a equipe brasileira furou a defesa do rival paraguaio.

O Corinthians teve mais posse de bola (72%) e finalizou bem mais que o Guarani (19 a 8), mas o adversário jogou praticamente a partida inteira à frente no placar. Aos 7 minutos do primeiro tempo, Morel apareceu sozinho após uma falha da defesa em cruzamento de Ramírez e abriu o placar.

Muitos torcedores ficaram revoltados e reclamaram de uma falta sobre Boselli no lance que antecedeu o gol do Guarani. O juiz não marcou o lance sobre o atacante corintiano, mas logo em seguida apitou uma falta sobre Ramírez, que originou o lance do gol paraguaio.

“Não justifica, mas o juiz teve participação fundamental no resultado. A falta no Boselli foi claríssima. É de se duvidar do caráter de um juiz que não marca uma falta daquela”, reclamou um torcedor no Twitter.

O Corinthians até tentou buscar o resultado, principalmente com Cantillo, o melhor do time paulista em campo, que comandou as jogadas pelo meio, mas esbarrou na sólida defesa do Guarani. A melhor chance do Timão saiu dos pés de Boselli, ainda no primeiro tempo, quando o atacante pegou uma bola espirrada na zaga e chutou na trave.

O time de Tiago Nunes ainda teve muitos erros técnicos, com destaque negativo para o lateral Sidcley, que não fez uma boa partida, deixando muitos espaços pelo lado esquerdo da defesa e ainda dando condição na linha de impedimento para Morel marcar o gol do jogo. Outro jogador que não rendeu como esperado foi Luan: o camisa 7 estava sumido em campo e pouco serviu a Boselli no ataque.

Na segunda etapa, Piton e Matheus Vital entraram no lugar de Sidcley e Everaldo, melhorando o time. O time alvinegro dominou o campo de ataque do Guarani, mas quase levou o segundo após uma bobeada e um contra-ataque do time paraguaio, parado por Cantillo.

Com a derrota, o Timão precisa vencer o Guarani por dois gols de diferença na Arena. Uma vitória por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Qualquer outra vitória alvinegra por somente um gol de diferença classifica a equipe paraguaia pelo critério do gol qualificado, marcado fora de casa. O Guarani também garante a classificação se empatar ou vencer a partida.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.