Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Ministério da Saúde vai oferecer curso gratuito para agentes comunitários

O Governo Federal vai oferecer um curso gratuito de capacitação de técnico em enfermagem para Agentes comunitários de saúde e agentes comunitários de endemias. O objetivo é que esses profissionais possam prestar um serviço mais especializado e ter mais condições para resolver problemas de saúde da população. Para isso, o Ministério da Saúde vai financiar a abertura de 250 mil vagas para os agentes em todo Brasil. Serão investidos mais de um bilhão de reais na formação dos agentes, que terão o curso totalmente gratuito, livre de taxas, mensalidades ou quaisquer contribuições relativas à prestação do serviço. Para o ministro da Saúde, Ricardo Barros, a formação desses agentes vai ajudar no atendimento que é feito às residências e comunidades.

“Esperamos, a partir de março, que os nossos agentes comunitários possam se qualificar para aumentar a resolutividade da Atenção Básica, para que a visita domiciliar que eles façam tenha mais possibilidades de, de fato, resolver os problemas da população e evitar que as pessoas venham a se deslocar até a unidade de saúde”, disse o ministro.

De acordo com Ricardo Barros, essa medida também vai ajudar a reduzir custos com internações.

“O impacto é diminuir o agravamento dos doentes crônicos. Se a pessoa é acompanhada no seu diabete, na sua hipertensão, e ela não agrava, ela não hospitaliza, não interna, não aumenta custos e não perde qualidade de vida”.

O curso será ofertado por instituições de ensino públicas e privadas, habilitadas pelo Ministério da Educação, que poderão se credenciar ao Programa de Formação Técnica para Agentes de Saúde (PROFAGS) após publicação de edital pelo Ministério da Saúde, que será publicado nesta semana. As instituições com interesse em participar terão o prazo de 15 dias para se credenciar ao programa.

Comentários

Maria Izabel F. de Oliveira. disse:

Concordo que quanto mais instruido o profissional terá mais condições de oferecer mais qualidade no serviço.Porem, o ACS é um profissional que precisa de formação mais ampliada, do que um curso técnico em enfermagem.O qual tem uma linha de abrangencia mais direcionada a procedimentos técnico.Uma formação permanente, olística ,humanização,ética,cidadania e transversalidade no cuidado de saúde, se faz nescessário para esse profissional se tornar mais preparado para atuar com essa complexa atividade do cuidado com a saúde das pessoas.

mario boechat catarina neto disse:

Sou contra porque quem tem diagnosticar aconpanhar paciente é o médico que sabe o que fazer não um agente de saúde deveria sim colocar mais médicos e mais hospital.

CÉLIA DE ARAÚJO disse:

Desejo a conscientização dos agentes e que encarem esse curso com seriedade e responsabilidade.
Só assim poderemos ter condições de reivindicações de melhorias.

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.