Início Geral

Minist?rio P?blico da Para?ba fiscaliza asilos paraibanos e diz que houve melhorias

Em quatro das cinco instituições de longa permanência para idosos (Ilpi), visitadas desde a última terça-feira (4), pelo Comitê Permanente de Monitoramento e Fiscalização, coordenado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), apresentaram melhorias em suas instalações. Apenas na instituição Lar do Idoso Monte Sinai, localizada no município de Remígio, Curimataú paraibano, não houve apresentação de melhores condições para os idosos.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Na última terça e quarta-feira (5) os integrantes do Comitê visitaram também o Instituto São Vicente de Paulo, em Campina Grande; o Lar da Sagrada Face, em Lagoa Seca; o Lar dos Idosos Monte Sinai, em Remígio; a Casa do Idoso Vó Filomena, em Cuité; e a Pousada Luíza Dantas, na cidade de Picuí. Após a visita do Comitê, constatou-se que a instituição de Remígio não apresentou melhorias. “Verificou-se, inclusive, a colocação indevida de câmeras nos banheiros, numa prova cabal de invasão de privacidade das pessoas idosas ao tomar banho”, destacou o relatório do Comitê.

Ao contrário do que ocorreu em Remígio, o Instituto São Vicente de Paula, em Campina Grande, apresentou melhorias em todos os setores, merecendo reconhecimento por parte do Comitê. Essa Ilpi não deverá ser incluída no calendário normal de visitas. Já no Lar da Sagrada Face, em lagoa Seca, apresentou melhorias em alguns dos seus setores e algumas observações constatadas pelos órgãos fiscalizadores serão enviadas à Promotoria de Justiça de Lagoa Seca, com as recomendações necessárias.

A Casa Vó Filomena, em Cuité, apresentou melhorias em toda a sua infraestrutura, merecendo, também, reconhecimento por parte do Comitê Permanente de Monitoramento e Fiscalização. Outra instituição que apresentou melhorias em sua estrutura foi a Pousada Luíza Dantas, localizada em Picuí.

O Comitê de fiscalização das Ilpi é coordenado pelo MPPB, por meio do procurador de Justiça Valberto Lira, e integrado pelos Conselhos Regionais de Medicina, Enfermagem, Farmácia, Psicologia, Engenharia, Fisioterapia, Nutrição e Serviço Social; além do Corpo de Bombeiros, dos Conselhos Estaduais de Assistência Social e do Idoso e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.