Início Geral

Minist?rio P?blico denuncia torcedores do Gr?mio por ofensas racistas

O caso de racismo envolvendo o goleiro Aranha ainda está dando o que falar. O Ministério Público do Rio Grande do Sul denunciou a torcedora Patrícia Moreira, que foi flagrada chamando o arqueiro do Peixe de macaco, e outras três pessoas à Justiça sob acusação de injúria racial.

Leia mais notícias de esportes no Portal Correio

Ao formalizar a denúncia nesta segunda-feira (27), a Promotoria pediu à Justiça que os acusados sejam proibidos de frequentar os jogos do Grêmio e que sejam obrigados a comparecer a uma delegacia durante as partidas da equipe gaúcha.

Além de Patrícia Moreira, os outros torcedores denunciados são Éder Braga, Rodrigo Rychter e Fernando Ascal, que pertencem a uma torcida organizada do Grêmio. A pena prevista para o crime de injúria racial vai de um até três anos de prisão. No entanto, os quatro torcedores têm a possibilidade de optar pela suspensão da pena, caso se comprometam a não ir aos jogos da equipe, tanto como mandante ou visitante, durante um ano.

Patrícia usou a imprensa para pedir desculpas publicamente ao goleiro uma semana depois do ocorrido e disse que xingou o jogador porque foi “junto com a torcida”. Em meio à repercussão negativa do caso, um homem chegou a atear fogo na residência em que a garota morava.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.