Início Geral

Minist?rio P?blico pode suspender atividades da Mancha Alvi Verde

A briga entre torcedores do Palmeiras e do Santos, na via Anchieta, no domingo (19) vai ser investigada também pelo Ministério Público, por meio da Promotoria de Justiça do Consumidor da Capital.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

O órgão instaurou inquérito civil, nesta segunda-feira (20), para apurar a responsabilidade das torcidas organizadas envolvidas no episódio incidente, no qual morreu o palmeirense Leonardo da Mata Santos, de 21 anos.

Segundo o delegado Luís Jesus de Castro, do 2º Distrito Policial de São Bernardo do Campo, que comanda a investigação, a causa do conflito foi uma emboscada preparada por membros da organizada palmeirense, Mancha Alvi Verde.

De acordo com a polícia, 150 palmeirenses invadiram a pista central e atacaram um comboio de torcedores do Santos, que subiam a serra para acompanhar a partida entre Palmeiras e Santos, no Pacaembu.

Não havia escolta policial. O torcedor palmeirense morreu após ser atropelado por um veículo. Outros três torcedores ficaram feridos e foram encaminhados para hospitais do ABC paulista e da capital.

A investigação do Ministério Público deverá ter repercussões nas torcidas organizadas, principalmente a do Palmeiras. Há a possibilidade da instituição pedir a suspensão das atividades da torcida organizada Mancha Alvi Verde. Até o momento, a polícia prendeu cinco pessoas, entre as quais, André Maceno Apocalipse, 26 anos, suspeito de ter atropelado o torcedor morto.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.