Início Geral

Ministro admite que ausência de médicos em postos de saúde é ‘problema real’

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, divulgou carta aberta em que reconhece que a ausência de médicos em postos de saúde é “um problema real” que precisa ser enfrentado pelo governo federal. Comente no fim da matéria.

Leia mais Notícias no Portal Correio

“O número de consultas realizadas na Atenção Básica, o serviço mais próximo do cidadão, é abaixo do esperado: 43,8% do que deveria ser feito. Estudo do Banco Mundial aponta que temos estrutura para aumentar em 37% a produtividade nesta área”, escreveu o ministro.

“Com base no depoimento da população, o Ministério Público Federal já abriu 878 ações e recomendações contra prefeituras por falta de cumprimento da carga horária dos profissionais nas unidades de saúde e para a implantação do ponto eletrônico. É preciso coragem para mudar. Faremos isso com remuneração adequada, sem que os profissionais precisem se manter em quatro ou cinco empregos; e com a melhoria das condições de trabalho que estamos implementando”, completou Ricardo Barros.

O ministro ainda considerou como problema a informatização do SUS. “Também enfrentaremos o problema com a informatização do SUS. A biometria e o prontuário eletrônico garantem o acesso do paciente a seu histórico de saúde e permite avaliar todos os procedimentos realizados. São ferramentas fundamentais para a qualidade do atendimento e da gestão do SUS. É uma cobrança justa que a sociedade nos faz ter o médico no seu local de trabalho. A lei exige o cumprimento das horas contratadas de todos os profissionais de saúde”, finalizou.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.