Início Geral

Ministro diz que governo pode remanejar recursos para combater o Aedes aegypti

Apesar da crise financeira, o governo federal poderá remanejar recursos para combater o mosquito Aedes aegypti, se for necessário. A informação é do titular da Secretaria de Governo da Presidência da República, ministro Ricardo Berzoini, que esteve neste sábado (13) em Manaus, no Amazonas, para participar das ações do Dia Nacional de Mobilização contra o Mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e do vírus Zika.

Leia também: Ministro reúne RC e Cartaxo em Dia D de mobilização contra o Aedes aegypti, em JP

“A presidente Dilma já anunciou que não faltarão recursos, mesmo nesse ambiente de difícil gestão orçamentária. Se necessário, vamos remanejar orçamento para assegurar que não faltem recursos [no combate ao mosquito]”, afirmou Berzoini.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O ministro pediu ainda a participação da população. “A ação do governo é fundamental, mas a ação da sociedade é decisiva. Se não houver uma mobilização em cada casa, em cada propriedade comercial, em cada local que possa haver criadouro, todo o esforço governamental e daqueles que estão mobilizados pode ser colocada em risco pela omissão de uma parcela minoritária, que não se mobiliza”, disse.

Também participaram do evento, o governador do Amazonas, José Melo, e o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto. Melo destacou a importância da união de todos: população, governo e Forças Armadas, no combate à proliferação do mosquito.

“Esse mosquito é extremamente nocivo para a sociedade e ele precisa ser enfrentado por todos. Assim como a educação só é possível quando os pais e as escolas se unem e quando tem políticas públicas, assim também [em relação ao Aedes], para que a gente possa combater na origem, essas doenças todas decorrentes desse mosquito. Precisamos todos nos unir”, declarou Melo.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.