Início Geral

Ministro garante equipamentos para pesquisas sobre microcefalia na PB

O ministro da Saúde, Marcelo de Castro, garantiu nesta quarta-feira (9), durante audiência com a bancada federal paraibana, em Brasília, que Campina Grande vai ganhar equipamentos para estruturar o núcleo de pesquisas para realizar estudos relacionados ao Aedes aegypti, problemas neurológicos, microcefalia e outras síndromes. O gestor ainda prometeu atenção especial para os hospitais filantrópicos, liberou recursos para a instalação do acelerador linear no Hospital da FAP e garantiu que não haverá suspensão de recursos para as obras do Hospital Metropolitano em Santa Rita. Confira abaixo uma reportagem do Portal com membros da bancada federal da Paraíba.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O coordenador da bancada, deputado federal Benjamin Maranhão (SD), comemorou o resultado da reunião e informou que entre os equipamentos que serão comprados para o núcleo de pesquisa estão um aparelho de ressonância de última geração, além de aparelhos de ultrassonografia e oftalmológicos. “Em Campina mora e atua a médica Adriana Melo, responsável pela descoberta da relação entre Zika Vírus e a microcefalia. Sem estrutura ela conseguiu descobrir essa relação, imagine se passar a contar com um centro de pesquisa estruturado”, comentou.

Outro tema abordado na reunião foi a situação dos hospitais filantrópicos que funcionam na Paraíba e correm risco de fechar as portas e parar de atender à população, nos próximos meses. De acordo com os gestores dos hospitais, o Sistema Único de Saúde atrasa o repasse de verbas em até 80 dias e a tabela de procedimentos do SUS está defasada, o que faz com que o pagamento dos procedimentos executados nas unidades não seja suficiente para quitar as despesas dos hospitais, que incluem, além dos procedimentos, salários de funcionários, insumos e encargos sociais.

Além de Benjamin, participaram da audiência os deputados federais Wilson Filho (PTB), Rômulo Gouveia (PSD), Marcondes Gadelha (PSC), Damião Feliciano (PDT), Hugo Motta (PMDB), Manoel Júnior (PMDB); o deputado estadual Ricardo Barbosa (PSB); a médica Adriana Melo; o ativista das causas das pessoas com deficiência Patrick Teixeira; secretários de saúde e prefeitos.

“Nós estamos correndo para que o ministro possa garantir no ano de 2016 um aporte de recursos. Falei com o ministro sobre a nossa emenda de bancada de R$ 20 milhões para o Instituto do Coração. A Paraíba não dispõe ainda de um hospital especializado em cirurgia cardíaca e tratamento de doenças do coração”, disse o deputado Manoel Júnior.

Também presente à audiência, Rômulo Gouveia, por sua vez, tratou sobre o encontro que teve com o ministro das Comunicações, André Peixoto, ocorrido também nesta quarta-feira: “Aproveitei para tratar do processo de mudança de rádio analógico para digital, a questão das rádios comunitárias, a melhoria do sistema de internet e as ações que o ministério vem realizando.

Unidade do Sarah

Outro tema que foi levado ao ministro da Saúde foi um pedido para a instalação de uma unidade do Hospital Sarah na Paraíba. “Esbarramos aqui na falta de recursos, mas essa será uma luta da bancada federal. Nos empenharemos muito para que o estado receba a unidade”, comentou Benjamin.

Confira a reportagem do Portal com membros da bancada federal da Paraíba:

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.