Moeda: Clima: Marés:
Início Economia

Montadoras veem com otimismo redução do IPI assinada por Bolsonaro

Veículos que já estão na rede de concessionários, mas ainda não foram vendidos, podem ser refaturados com a nova alíquota
IPI
Foto: Imagem ilustrativa/Pixabay

Após o presidente Jair Bolsonaro assinar decreto que reduz o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) em até 35% para a maioria dos produtos fabricados no país, incluindo automóveis, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) informou, por meio de nota, que os veículos que já estão na rede de concessionários, mas ainda não foram vendidos, podem ser refaturados com a nova alíquota.

Conforme a entidade, essa medida “tende a significar algum alívio no preço dos veículos aos consumidores, dependendo da estratégia comercial de cada fabricante”.

“Foi uma decisão sensata do Governo Federal, em especial do Ministério da Economia, no sentido de ataque ao custo Brasil e da busca de uma carga tributária mais compatível com a de outros países produtores de veículos”, destacou, na nota, o presidente da Anfavea, Márcio de Lima Leite.

Para ele, a medida ajuda a “acelerar o processo de reindustrialização do país; aumentar a competitividade e induzir o crescimento do ecossistema industrial automotivo composto por mais de 98 mil empresas”. De acordo com o dirigente, a medida ajuda, ainda, a “garantir e expandir o total de 1,2 milhão de empregos envolvidos na cadeia do setor e traz segurança jurídica, “além de dar maior acesso ao consumidor aos produtos do setor”.

Palavras Chave

EconomiaExecutivo

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.