Início Geral

Moradores realizam protesto e afirmam que f?brica espalha polui??o em bairro de Jo?o Pessoa

Moradores do bairro Ilha do Bispo, em João Pessoa, preocupados com a fumaça que sai de uma fábrica de cimento realizaram um protesto na entrada da empresa e interditaram a entrada e saída de veículos. O protesto foi realizado na manhã desta quarta-feira (29) e o trânsito ficou parcialmente lento na avenida Via Oeste. Há relatos de que médicos dos postos de saúde do bairro estão se recusando a trabalhar devido a poluição.

Leia mais Notícias do Portal Correio

Os manifestantes, que atearam fogo em pneus, relataram à equipe da 98 FM que há anos a empresa está instalada no bairro e a fumaça emitida durante a fabricação de cimento teria prejudicado a saúde dos moradores, que adquiriram problemas respiratórios.

Os moradores informaram que além de prejudicar a saúde, veículos e casas ficam sujos do produto, que saí da fumaça branca. A reivindicação da população é que seja instalado um filtro nas chaminés para amenizar a poluição.

Os líderes comunitários do bairro informaram durante discurso em carro de som estacionado na entrada da fábrica, que os médicos dos PSF´s estão se recusando a trabalhar e até a trabalhar nos postos devido o problema de saúde.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria do Meio Ambiente de João Pessoa, a responsabilidade da fiscalização é da Sudema, conforme a Lei Complementar 14/2010. Entretanto, os fiscais do Semam informaram que a fábrica possui um filtro de lavador de gás nas chaminés. 

A assessoria de comunicação da Sudema disse que o diretor técnico do órgão estaria em reunião com representantes da fábrica, mas não soube informar o que teria ficado decido durante encontro na empresa. 

Somente à tarde, por volta das 16h30, a empresa responsável pela comunicação da fábrica disseram que “estão em andamento diversas ações que viabilizam a melhoria da eficiência dos sistemas de filtro já programada para os próximos dias, conforme cronograma anteriormente previsto e informado a comunidade. InterCement [empresa que enviou a nota] disse “que reitera que além de respeitar parâmetros internacionais de segurança e atender a legislação ambiental, desenvolve programa específico com canal de comunicação exclusivo para a comunidade da Ilha do Bispo.”

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.