Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Morre, em João Pessoa, o advogado e professor universitário Carlos Romero

Morreu, no início da noite desse domingo (6), em João Pessoa, o advogado Carlos Romero. A informação foi divulgada pelo seu filho, o arquiteto Germano Romero, no Instagram. Segundo a postagem, o advogado estava internado no Hospital Nossa Senhora das Neves. A causa da morte não foi publicada. Carlos Romero era membro da Academia Paraibana de Letras (APL) e colunista do Jornal CORREIO.

“Louvo a Deus, não com pesar, mas com imensa gratidão, pela oportunidade que me foi concedida de ter, nesta encarnação, um pai como Carlos Romero – um exemplo inenarrável de ser humano puro, amigo, humilde e incondicionalmente solidário. Um tesouro que levarei para a eternidade, onde a traça e a ferrugem não corroem. Absolutamente certo de que, do “lado de lá”, ele continuará a ser o meu maior amigo, conselheiro e grande exemplo de rara dignidade, com quem ainda muito aprenderei”, escreveu Germano Romero.

O velório de Carlos Romero acontecerá na casa dele, no bairro de Tambaú, a partir das 8h desta segunda-feira (7). Às 16h, o cortejo sai em direção ao Cemitério Senhor da Boa Sentença, Varadouro, onde o corpo será enterrado.

Natural de Alagoa Nova, Carlos Romero recebeu a honraria de cidadão pessoense pela Câmara Municipal em 2013. Além de ter exercido funções na área do Direito, como magistrado e professor universitário, Carlos Romero deu importante contribuição à divulgação de temas ligados ao espiritismo, ao atuar como cronista nos jornais CORREIO, A União e Tribuna Espírita.

Comentários

Dapenha Almeida disse:

Sinto meu querido professor ter partido para o andar de cima e eu não ter tido a oportunidade de revê-lo! Mas Deus o receberá com jubí-lo!

Felizardo de Moura Jansen disse:

O professor para professor, juiz de direito, espírita palestrante, escritor e poeta, era estimado primo, professor em crônicas e amigo Carlos Augusto Romero, foi um dos cronistas mais produtivos e, sobremodo, criativos da nossa Paraíba, aliado ao seu marco de auto-ajuda a população através das suas crônicas, cujas mesmas, se eternizaram, especialmente, nas consagradas páginas do jornal CORREIO DA PARAÍBA e, em livros que posteriormente foram lançados, a exemplo de Lições de VidaFJ✒️

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.