Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Morre o jornalista Adelson Barbosa, aos 57 anos, em João Pessoa

Morreu na noite deste sábado (27), aos 57 anos, o jornalista Adelson Barbosa dos Santos Filho. Referência no jornalismo político paraibano, fez parte dos quadros do Jornal CORREIO da Paraíba por mais de 20 anos, foi correspondente do jornal Folha de São Paulo e da Revista Piauí.

Adelson estava internado no Memorial São Francisco, em João Pessoa, onde sofreu uma parada cardiorrespiratória. Ele deixa a esposa Lúcia e duas filhas, Renata e Maria Eduarda.

Em 2018, ele foi diagnosticado com um câncer no cérebro. Fez uma cirurgia para a retirada do tumor, passou por radioterapia e quimioterapia. O tumor voltou, foi realizada outra cirurgia e Adelson vinha se submetendo a novo tratamento. Ele também era cardiopata. Dizia que Deus gostava muito dele porque sempre conseguia se reerguer. Nos últimos meses, o quadro se agravou e estava em tratamento em casa, por home care.

Adelson era natural de João Pessoa, mas dizia que era “filho de Patos”. Muito curioso, adorava estudar, ler, tinha uma paixão especial pela História da Paraíba, além da política. Adelson circulava por todos os lados da política. Era questionador, o que o tornava referência. Deixa o legado do bom jornalismo, do bom combate.

Era dono de um bom humor sagaz. Certa vez, em uma viagem a sua fazenda no município de Itatuba, trouxe pedras para os colegas de redação. Dizia que eram pedras místicas. A natureza e a terra eram outras paixões suas.

“Tive a honra de trabalhar com Adelson no CORREIO. Com ele, não tinha tempo ruim. Eu pedia: Adelson preciso de uma página de matéria. Ele respondia: oxe, eu faço agora. E fazia e era irretocável porque ele sempre prezou pelo bom jornalismo, pelo texto bem escrito, explicado, apurado”, disse a jornalista Sony Lacerda.

O velório de Adelson será às 6h deste domingo (28), até as 10h, no Parque das Acácias, em João Pessoa.

Comentários

Antonio de Padua disse:

Conforto para todos os familiares. Deus abençoe a todos.

idelguedes disse:

O texto não faz citação ao filho Denis, de 22 anos de outro relacionamento,

Angela Lucena disse:

Que triste notícia.
Que Deus o receba na morada eterna. Fui colega dele no Colégio Estadual Pedro Aleixo em Patos durante todo o ginásio e científico. Tb morávamos no mesmo itinerário e as vezes voltávamos da aula conversando.
Ele me mandou uma mensagem uma vez no mensage e ficamos de combinar pra juntar nossas famílias e nos encontrarmos em João Pessoa. Mas infelizmente não nos encontramos.
Um amigo de colégio muito querido.

Manoel Batista disse:

Ficamos com saudades da sua simplicidade. Meus pesames a toda familia.

ANTONIO MARCOS MARREIRO DE LIMA disse:

QUE DEUS CONFORTE OS FAMILIARES

Gilberto Firmino disse:

Vai aos pés do senhor Adelson Barbosa, pelo meu pensar ele aceita você porque o senhor foi para mim um verdadeiro Jornalista profissional penso que fazia o trabalho na Imprensa com prazer um redator inesquecível gostava muito de sua pessoa que o Sr. Esteja sempre a direita de Jesus e Deus.

Domicio.junior disse:

Bom jornalista vá com deus

Domicio.junior disse:

Que deus o tenha meus pêsames a familia.

Roberto disse:

Os bons, Sempre vão primeiro, não sei se para aplanar o caminho ou se para organizar as coisas por lá…

Pedro. F. Corrêa disse:

Vai com DEUS, guerreiro Paraibano. Você sempre amou, valorizou, enalteceu e difundiu por todos os cantos por onde passou, a nossa querida PARAÍBA.

João Carlos Pereira disse:

A Paraíba perde uma grande referência do bom jornalismo… combateu um bom combate e nos deixou um bom exemplo de luta pela vida….
Meus sentimentos a familiares e amigos….descanse em paz grande Adelson….

Cira Maia disse:

Excelente relato,meus sentimentos aos amigos e parentes.Grande perda.

Hélio Freire disse:

Esta notícia me deixou muito triste e quero neste instante pedir a Deus que conforte a toda família.
Vai com Deus meu grande amigo.

Ariane Brito disse:

Uma perda irreparável. Tive a oportunidade de estudar na mesma turma que ele no curso Técnico em Agronegócios no Senar de João Pessoa. Pessoa de muito bom humor, para frente, sempre trazia alegria para a turma. Que Deus conforme a família e o guarde em um bom lugar!

Roberto disse:

Sua juventude foi aqui no Noé Trajano em Patos,depois partiu para Jampa,Deus o chamou bendito seja o nome do Senhor

ELIENE ALVES DA SILVA disse:

Foi meu chefe ,meu amigo,só deixa boas lembranças e muitas saudades,seu sonho era morar em sítio longe de tudo e de todos,curtir a natureza,que pena que não realizou,vá com Deus amigo

Valter Nogueira disse:

Lamento a morte do colega Adelson Barbosa. Nos conhecemos na década de 1980, no curso de Comunicação da UFPB. Trabalhamos juntos, o Correio da Paraíba. Expresso voto de solidariedade à família.

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.