Início Notícias

MP denuncia homem por morte de bebê baleado dentro da barriga da mãe paraibana

O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou o homem que está sendo apontado como responsável pela morte bebê Arthur, baleado na barriga da mãe, a paraibana Claudineia dos Santos Melo, durante um tiroteio em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O denunciado responderá pelo crime de aborto provocado por terceiros sem o consentimento da gestante.

Claudineia estava grávida de nove meses quando foi atingida na barriga por um tiro, que também feriu seu feto. O bebê nasceu com vida, mas morreu um mês depois, em um hospital do município.

O homem também foi denunciado, junto com outro suspeito, pela tentativa de homicídio de policiais militares (PMs) no mesmo tiroteio e pelo crime de corrupção de adolescente, já que os dois são acusados de arregimentar um garoto para o tráfico, fornecendo armas e induzindo-o ao confronto.

A investigação da Polícia Civil constatou que a vítima estava próxima dos carros dos PMs e no campo de visão do suspeito, que, ao efetuar os disparos, assumiu o risco de matar. Ele estava junto a um adolescente de 15 anos e outro homem não identificado. Também foi apurado que os policiais militares não chegaram a atirar.

Em conversas telefônicas autorizadas pela Justiça, a investigação identificou, ainda, diálogos entre o adolescente e o chefe da quadrilha, dando detalhes dos tiros disparados contra os policiais naquele local, e a participação do apontado.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.