Início Geral

MPT abre investigação contra igrejas da PB suspeitas de explorar trabalho infantil

O Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) abriu investigação contra igrejas por fraudes trabalhistas e exploração da mão de obra infantil no estado.


Leia também: TRT condena igreja de JP a pagar R$ 100 mil para jovem explorado como ‘escravo’

Conforme a denúncia, as igrejas estariam colocando crianças e adolescentes para venderem água nos semáforos e fazer outras atividades para arrecadar dinheiro para elas próprias.


Leia mais Notícias no Portal Correio

“Temos outros inquéritos abertos porque a sociedade nos tem denunciado. Algumas igrejas e entidades sem fins lucrativos que têm colocado crianças para vender água mineral nos semáforos, crianças para espalharem panfletos nas ruas. Algumas entidades religiosas funcionam como verdadeiras empresas: cobrando lucratividade, exigindo metas e jornadas de trabalho extenuantes. Para mim, mais do que trabalho oneroso, por vezes, assemelha-se à condição análoga à escravidão”, afirmou o promotor do MPT-PB, Eduardo Varandas.

Um dos casos de exploração do trabalho infantil foi julgado pela Segunda Turma de Julgamento do Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região (TRT-PB) terminou com multa de R$ 100 mil para a Igreja Mundial do Poder de Deus.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.