Início Geral

Mudanças em áreas públicas de JP criam novos espaços para convivência e atividades

Neste sábado (5), João Pessoa completa 432 anos. Com o passar dos séculos, a cidade se modernizou e hoje, com as potencialidades que demonstra, já não é mais uma coadjuvante entre os principais centros urbanos do Brasil, estando inserida não apenas no contexto turístico, mas também no setor de negócios, sendo também reconhecida pela qualidade de vida da população, tendo sido eleita em pesquisa recente como a melhor capital para se viver no Nordeste. As transformações pelas quais os espaços públicos têm passado, atraindo as famílias para atividades fora de casa, podem ser fatores que contribuem para essa elevação qualitativa. Comente no fim da matéria e veja vídeos e fotos abaixo.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A capital paraibana, que já se notabilizava pela abundância do verde e da grande reserva de Mata Atlântica preservada no coração da cidade, está agora cada vez mais inserindo a população nesses espaços através da inauguração de parques, revitalização de praças e implementação de alternativas para mobilidade urbana.

A cidade está sendo enquadrada no ‘Plano de Ação João Pessoa Sustentável’, que contempla 60 ações relacionadas aos temas desigualdade urbana, uso do solo e ordenamento territorial, competitividade da economia, ações em gestão pública moderna, segurança cidadã, mudança climática, desastres naturais e mobilidade. O plano é uma parceria entre a Prefeitura Municipal de João Pessoa, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Caixa Econômica Federal.

A especialista sênior em Desenvolvimento Urbano e Saneamento do BID, Márcia Casseb, explicou como se formou a iniciativa referente ao plano:

“Todo esse processo começou a partir de uma parceria entre o BID e a Caixa em 2013, quando a cidade de João Pessoa foi escolhida para a aplicação da metodologia do Programa CES – Cidades Emergentes e Sustentáveis. Foram escolhidas cidades de diferentes regiões do país, e João Pessoa representou a região Nordeste, por seu potencial para rever seu modelo de desenvolvimento e possibilidade de crescimento com mais igualdade social e respeito aos recursos ambientais. Neste contexto, em 2014 foi lançado o Plano de Ação João Pessoa Sustentável que está sendo implementado pelo município”, contou Márcia.

Segundo a especialista, o Município de João Pessoa solicitou um empréstimo de US$ 100 milhões ao BID e entrará com o mesmo valor a título de contrapartida. O projeto está em fase final de preparação. Em seguida, segue para assinatura junto ao BID e ao governo federal, o que pode acontecer ainda em 2017.

“O Plano envolve temas que incluem a melhoria dos instrumentos de planejamento urbano da cidade e melhoria da gestão pública e fiscal. Existem também obras de requalificação urbana no Complexo Beira Rio que irá favorecer várias comunidades no trecho médio do rio Jaguaribe. Estas ações envolvem a retirada de famílias que hoje vivem em áreas de risco e melhoria da infraestrutura e equipamentos públicos da região. Também serão investidos recursos em um Centro de Cooperação da Cidade (o CCC), que espera melhorar a prestação de serviços em áreas como trânsito e sistemas de alerta em situações de emergência”, acrescentou Márcia, que avalia que após a possível assinatura do acordo de empréstimo, o projeto tem prazo previsto de implementação de seis anos.

Dentro das comemorações pelo aniversário de João Pessoa e dentro dessa esfera de transformações contínuas, selecionamos abaixo algumas das principais mudanças físicas recentes no município, alterações estas que têm modificado a rotina dos moradores e acrescentado novas atrações para turistas e visitantes rotineiros. 

Parque da Lagoa Solón de Lucena

Após cerca de dois anos de obras, o novo Parque da Lagoa foi inaugurado no dia 12 de junho de 2016. Com as mudanças, a Lagoa ganhou mais áreas verdes, 12 praças, ciclovia, pista de cooper, pista de skate com padrão internacional, área para esportes radicais e 35 mil metros quadrados de passeios pavimentados e ligados às quatro entradas do parque. O local tem ainda 14 quiosques divididos em sete baterias, todas com banheiros públicos, e um posto policial para a guarda municipal e a Polícia Militar. Ao todo, o projeto representou um investimento total de R$ 37 milhões. 

Parque da Lagoa, em João Pessoa

Foto: Parque da Lagoa, em João Pessoa
Créditos: Divulgação/Secom-JP 

As obras foram divididas em três partes. A primeira delas foi a construção de um túnel para o escoamento da água da Lagoa até as galerias pluviais e, de lá, ao Rio Sanhauá, pondo fim aos alagamentos naquela área durante os períodos de chuva. Em paralelo, foram construídos um muro de contenção que contorna o espelho d’água e um anel sanitário para impedir o despejo de esgotos na Lagoa. A terceira etapa foi a de paisagismo e construção dos equipamentos do parque.

Confira vídeo:


Parque Linear Parahyba
 

O Parque Linear Parahyba, localizado em uma zona de preservação ambiental e paisagismo, no bairro Jardim Oceania, na Zona Leste de João Pessoa, foi inaugurado no dia 12 de março deste ano. O local possui 150 mil metros quadrados e inclui uma área ampla de calçadas de contorno em todo o seu perímetro, áreas de playground, bancos, ciclovia, estacionamento, quadras de areia, campos ao ar livre, sinalizações, brinquedos, áreas verdes com grama e para plantações de mudas. 

Parque Linear Parahyba, em João Pessoa

Foto: Parque Linear Parahyba, em João Pessoa
Créditos: Divulgação / Walter Rafael / Secom-PB 

A obra, também considerada de mobilidade urbana, tem investimentos de cerca de R$ 3 milhões do governo do Estado na primeira etapa inaugurada, que atende o trecho Leste dos canais do Jardim Oceania, em duas localidades. Já a segunda etapa vai compreender as imediações do bairro Aeroclube, trecho de canal próximo à rodovia BR-230 e o fim da Avenida Presidente Campos Sales. 

Praça da Independência  

Inaugurada em 1922, durante as comemorações do centenário da Independência do Brasil, a praça, projetada pelo arquiteto Hermenegildo di Lascio, foi repaginada. Com um investimento de R$ 1,3 milhão em obras de revitalização, o local foi reinaugurado no dia 11 de setembro de 2015

Praça da Independência

Foto: Praça da Independência
Créditos: Divulgação/Secom-JP 

Os monumentos do obelisco central e o busto de Otacílio de Albuquerque, erguidos em pedra granito, passaram por reforma. O coreto foi revitalizado e ganhou pintura, novas escadas e um elevador para portadores de deficiência ou com mobilidade reduzida. O traçado externo também ganhou calçadas restauradas e a substituição da iluminação pública de vapor de sódio (de cor amarelada) por lâmpadas de vapor metálico (brancas). A obra também incluiu a instalação de 54 novos bancos, pintura dos meios-fios e novos gradis no entorno. 

Os investimentos também incluíram a nova cobertura vegetal que embeleza a praça. As espécies utilizadas são exemplares arbóreos, herbáceos e arbustivos, contando com ixóras vermelhas e amarelas, helicônias, dianelas, dracenas, arcas de Noé, panamás vermelhos e assistácias.


Confira vídeo:

Ciclovia da Beira Rio

Dentre as obras destacadas nesta matéria, a ciclovia da Avenida Beira Rio é a única que ainda está em fase de construção. Quando pronta, a estrutura terá 8 km de extensão e ligará o Parque da Lagoa à orla da praia do Cabo Branco, pelo canteiro central. 

Ciclovia faz parte de plano de mobilidade da PMJP

Foto: Ciclovia faz parte de plano de mobilidade da PMJP
Créditos: Divulgação/Secom-JP 

Com investimento de R$ 6,7 milhões, as mudanças efetuadas na via, uma das mais movimentadas da capital paraibana, poderão garantir à população um novo corredor de passeio e práticas esportivas. 

Leia mais notícias em .
Você também
pode enviar informações à
Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.
Instagram e veja nossos
vídeos no
Youtube
portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.