Início Geral

N?mero de fraudes em JP chega a 460; clonagem de cart?o e ?bilhete premiado? s?o comuns

Os números de denúncias de golpes e fraudes nos primeiros sete meses deste ano mostram o crescimento da prática na Paraíba. Só em João Pessoa, de janeiro a julho, a Delegacia de Defraudações e Falsificações da Polícia Civil registrou 460 denúncias (média de duas por dia), mais da metade do registrado em todo o ano passado (678). O tipo de reclamação mais recorrente é o de clonagem de cartões, mas outros tipos de golpes oferecendo prêmios mediante o depósito de dinheiro em uma conta ou o do ‘bilhete premiado’ também são muito frequentes, segundo o delegado adjunto Lucas Sá de Oliveira.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A clonagem de cartões é o tipo de golpe mais frequente pelo fato de que o uso de cartões é cada vez maior. “A maneira mais comum de se conseguir clonar um cartão é através de um leitor, chamado de chupa-cabra, que a pessoa passa esse cartão no comércio ou em caixas eletrônicos e esse leitor, através da tarja magnética do cartão, captar os dados e gravar em uma máquina de gravar cartão. O mesmo aparelho consegue gravar a senha e (os estelionatários) vendem essas informações para pessoas diversas, que passam a usar esse cartão”, explicou o delegado.

Entre outros golpes comuns, está o do ‘falso sequestro’, no qual fingem que uma pessoa é sequestrada e pedem um depósito. Outro golpe frequente aplicado principalmente nos idosos é o do “bilhete premiado”, no qual o criminoso diz que não tem uma conta para receber o prêmio da loteria e vende um suposto bilhete premiado.

Leia a matéria completa na edição desta terça-feira (29) do jornal Correio da Paraíba.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.