Início Geral

N?mero de passageiros nos trens deve sair de 7 mil para 18 mil com greve de ?nibus em JP

O número de passageiros que utilizam o sistema de trens da Região Metropolitana de João Pessoa deve saltar de 7 mil para 18 mil ao longo desta segunda-feira (7), dia em que o Sindicato dos Motoristas pretende deixar na garagem a frota de 480 ônibus para uma greve na Capital. Além dos trens, os pessoenses que não têm transporte particular precisam estudar outras alternativas para o deslocamento durante a paralisação dos coletivos.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) informou neste sábado (5) que haverá reforço nas composições, com aumento no número de vagões e de funcionários nas bilheterias.

São feitas 28 viagens por dia, das 4h30 às 19h30, com possibilidade de uma extra após o encerramento, dependendo do fluxo de passageiros nas 24 estações que cortam a Região Metropolitana de João Pessoa, entre Santa Rita e Cabedelo. A tarifa custa R$ 0,50.

Bicicletas

Apesar de João Pessoa não ter ciclovias em todas as principais vias e em uma grande quantidade de bairros, os ciclistas podem utilizar como opção as bicicletas para encarar o percurso sem ônibus.

O representante do projeto Pedal Jampa, André Nascimento, disse que há ciclovias em pontos importantes na Capital, mas lembrou que ainda há muitos riscos para os ciclistas. Ele falou que os motoristas não respeitam os locais reservados para o trânsito de bicicletas e mesmo sem ônibus durante a greve nesta segunda, os pedalistas ainda têm que dividir espaço com os carros, o que, segundo ele, é bastante perigoso

O Portal Correio solicitou à Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa a quantidade exata e atualizada de ciclovias em 2014, mas até o fechamento desta matéria, a Semob não enviou resposta ao pedido.

Conforme consta no site da Superintendência, em 2013, já foram feitas pesquisas que contabilizaram mais de 11 mil ciclistas em João Pessoa, para o estudo de projetos que devem expandir a rede cicloviária de 45 km para mais de 100 km.

Como aparece no endereço eletrônico da Semob, Geisel, Cuiá, Valentina, Mangabeira, Altiplano, Cabo Branco, Tambaú, José Américo – Hilton Souto Maior e Portal do Sol já estão interligados por ciclovias na Capital.

‘Alternativos’

Com relação aos ‘alternativos’, o presidente do Sindicato dos Transportes Alternativos da Paraíba, Edilson Vieira, disse ao Portal Correio que essa opção não está disponível na Grande João Pessoa de forma oficial.

Segundo ele, o Estado sancionou a lei 1847/2013 que regulamenta o Serviço de Transporte Público Complementar de Passageiros somente para deslocamento intermunicipal.

“Qualquer forma de transporte alternativo circulando dentro de João Pessoa não é regulamentada”, enfatizou Vieira.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.