Início Geral

O parlatório do povo

A denominação oficial é praça Presidente João Pessoa, mas é mais conhecida como “Praça dos Três Poderes”, pois lá estão as sedes do Executivo, do Judiciário e do Legislativo. E vai continuar assim, porque o novo presidente da Assembleia, Gervásio Maia descarta por completo a ideia do antecessor, Adriano Galdino, de transferir sua estrutura para outro lugar.

Se essa decisão recebeu aplausos de historiadores e dos que sabem o valor do Centro Histórico para nossa economia, especialmente o turismo, tem outra que ele anunciou no “Debate”, da TV Correio, que certamente mudará a forma de se fazer mobilizações na capital paraibana.

Gervásio pretende resgatar a importância do parlatório (balcão na frente do edifício de onde se pode discursar em direção à praça), destinando-o ao povo. Isso mesmo. Já na próxima semana vai apresentar um projeto regulamentando o uso do espaço por representações da sociedade. E pretende garantir inclusive o serviço de som.

Oferecer o espaço para os defensores das vaquejadas ou da redução da maioridade penal é uma coisa. Outra é, sendo do partido do governador, permitir que servidores usem o local para denunciar perda de poder aquisitivo e reivindicar aumento. Perguntei a Gervásio como lidará com situações do tipo sem criar problemas para ele próprio. A resposta:

– Qual o problema? Faz parte da democracia. Você acha que vou fechar a Assembleia para setores da sociedade? Não! O debate tem que acontecer de forma ordeira, justa. Sempre tem acontecido na Paraíba. O povo paraibano é extremamente ordeiro. Eu estou lá durante todo esse tempo e nunca vi nenhum movimento de reivindicação de setores da sociedade que pudesse trazer qualquer atropelo para o Estado. Vamos abrir a casa. Vamos aproximar a casa do povo – garantiu.

Que faça logo. Aquela praça já foi palco de muitos movimentos, de discursos históricos, de encontros indeléveis. Da revolução de 30 ao golpe de 64, dos confrontos eleitorais as lutas estudantis e sindicais. E nada mais justo do que o povo que elege e paga a conta pela manutenção do Poder, ter a oportunidade de alí defender suas causas.

O parlatório estava esquecido há décadas. Virou apenas um detalhe na fachada da Assembleia. Se realmente entregá-lo ao povo, Gervásio vai garantir uma marca fortíssima para sua gestão.

TORPEDO

“Eu tive que levar o discurso para casa para ler e acreditar que ele teve coragem de dizer que promoveu uma revolução na educação. Não sabia que fechar mais de 200 escolas, não oferecer estrutura adequada de ensino e não valorizar o professor era promover uma revolução.”

Do líder da oposição, Tovar Correia Lima, sobre o balanço de 2016 que Ricardo Coutinho apresentou na Assembleia.

Protagonistas 1

Depois de Cássio Cunha Lima na vice-presidência do Senado e de Rômulo Gouveia na 4ª Secretaria da Câmara, tem outros paraibanos sob holofotes: Aguinaldo Ribeiro deve ser anunciado lider do governo Temer.

Protagonistas 2

Na próxima semana serão feitas as indicações das Comissões do Senado. O paraibano Raimundo Lira queria a liderança do PMDB, mas como o cargo ficou com Renan Calheiros, agora é um dos citados para a CCJ.

Protagonistas 3

Lira está numa lista que tem ainda Edison Lobão (citado na Lava Jato) e Marta Suplicy. Já o senador José Maranhão, que estava presidindo a CCJ, está cotado para a de Infraestrutura, com Eduardo Braga e Katia Abreu.

Aplausos

O conselheiro André Carlo Torres Pontes assumiu a presidência do TCE-PB afirmando que sua gestão “terá um olhar mais tempestivo para os gastos públicos”. Em outras palavras, os julgamentos serão agilizados.

ZIGUE-ZAGUE

Quatro antecessores – FHC, Michel Temer, José Sarney e Dilma Rousseff- visitaram o ex-presidente Lula no Sírio-Libanês, onde morreu dona Marisa Letícia.

Cássio Cunha Lima integrou a comitiva liderada por Michel Temer, juntamente com José Serra, Romero Jucá, Renan Calheiros, Eunício Oliveira e Helder Barbalho.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.