Início Geral

‘O que será, que será?’

Se tivesse que cantar uma música, o deputado estadual Adriano Galdino apelaria para o ilustre Chico Buarque, e em desabafo, cantaria: “Será, que será? / O que não tem certeza nem nunca terá / O que não tem conserto nem nunca terá / O que não tem tamanho / O que será, que será?”. Ontem, o socialista rasgou o verbo, admitiu estar em quarentena e que nos próximos dias a Mesa chegará ao fim. Aí eu que pergunto? “O que será, que será?” De Galdino, do presidente Gervásio Maia, e dos deputados governistas.

A essa altura, os oposicionistas já começaram um bolão sobre se teremos uma bomba ou mais um ‘traque’. “Esta quarentena está perto de chegar ao fim. Vou falar um pouco da minha via crucis desses dois primeiros meses que estou fora da presidência e para que e a própria Casa tome conhecimento de tudo aquilo de bom e de ruim que é ser presidente”, desabafou Galdino.

Galdino disse ter sido tentado, diariamente, para quebrar o compromisso com Gervásio Maia, para não assumir o compromisso que assumiu de forma pública. Na verdade deputado, o compromisso foi de todos, já que as eleições da Mesa Diretora, para os dois biênios, foi feito num único dia. Essa prática tem se tornado corriqueira nas últimas legislaturas. E arrematou: “Quem me conhece sabe eu tenho muito defeitos, que eu tenho um caminhão de defeitos, mas entre as minhas poucas virtudes está cumpri com a palavra empenhada e não menti”. Volto a cantar: “O que será, que será?

UTI em Solânea

O deputado estadual Tião Gomes (PSL) apresentou requerimento na Assembleia Legislativa solicitando ao governador Ricardo Coutinho (PSB) que seja instalada uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital Regional de Solânea. Segundo o deputado, o requerimento atende pedidos da população.

UTI necessária

“Sendo Solânea um centro que polariza os serviços de saúde na região do Brejo, é extremamente necessária a instalação de uma UTI naquela unidade hospitalar para que tenhamos um socorro eficaz”, disse Tião.

Redução de mortes

Segundo o deputado do PSL, a UTI no hospital do Estado em Solânea proporcionará a redução do número de mortes nos municípios da região.

Revisão está…

A Comissão Especial criada para revisar o Regimento Interno da Câmara de João Pessoa já avaliou quatro, dos 12 títulos que compõem a legislação que disciplina o funcionamento da Casa Napoleão Laureano.

…avançada

“Estamos com o trabalho bastante avançado”, assegurou o vereador Pedro Coutinho (PHS), que é presidente da Comissão Especial.

Conversa

O corregedor-geral de Justiça, desembargador José Aurélio da Cruz, esteve com prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, e o procurador do Município, Ademar Azevedo Régis, esta semana. Em discussão, o desenvolvimento social e a regulamentação fundiária da Capital.

Araçagi

Por não ter feito o recolhimento de contribuições previdenciárias, o ex-prefeito de Araçagi, José Alexandrino Primo, teve as contas de 2014 reprovadas pelo Tribunal de Contas.

Juazeirinho

Já o prefeito do município de Juazeirinho, Bevilacqua Matias (PT do B), livrou-se de um débito superior a R$ 260 mil por supostas irregularidades no ano de 2012.

Voto negado

Esta semana, a Câmara Municipal de Catolé do Rocha negou por 6 a 5, votos de aplausos ao governador Ricardo Coutinho. A propositura foi do vereador Themistoclys Barreto.

Voto aprovado

Ontem, a Câmara de João Pessoa aprovou voto de aplausos ao governador pela garantia de que não vai vender a Cagepa. Houve só uma abstenção.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.