Início Geral

O trabalho como divers

Em toda a minha vida jamais vivi um momento de atividade profissional tão intensa. Além da coluna diária neste jornal, tenho que redigir esse texto às segundas feiras, o que faço prazerosamente. Na televisão , apresento, de segunda a sexta , na RCTV, canal 27 da Net Digital, o Programa Abelardo Jurema, um talk-show em que entrevisto personalidades paraibanas dos mais diversos segmentos. Aos sábados, também estou no ar comandando o CORREIO Espetacular, ao lado de minha parceira Bruna Borges, programa líder de audiência na televisão paraibana , de acordo com os números do Ibope.

Como se não bastasse, tenho que cuidar do meu escritório, na realidade uma agência de comunicação e marketing, onde mantenho quatro empregados regulares, com carteira assinada, entre outros no regime free-lancer, que atuam como contatos comerciais dos produtos e serviços que ofereço, tais como a Agenda do Abelardo, que mantenho há 15 anos, além da produção de eventos como a Feijoada do Abelardo e o troféu Heitor Falcão que já integram a agenda social da cidade. Também sou responsável por um site na internet, o Abelardo.com.br.

Atuo como mestre de cerimônias em diversas ocasiões. Faço comerciais para a televisão e produzo peças para a mídia impressa. Também sou vendedor, fazendo visitas regulares a clientes que me confiam a sua marca nas promoções que realizo e no trabalho que ofereço. Nas festas, não raro, também sou fotógrafo, pilotando uma Nikon, um hobby que mantenho desde a minha adolescência no Rio de Janeiro quando utilizava uma velha Kodak para documentar as minhas aventuras.

Também sou músico , com carteira da Ordem dos Musicos do Brasil, advogado inscrito na OAB da Paraíba , defensor público aposentado e jornalista profissional registrado na delegacia regional do Ministério do Trabalho. Junte-se a isso as minhas obrigações como chefe de família, marido, pai e avô que também requerem uma forte dose de tempo, dedicação e zelo para com aqueles que nos são caros e que constituem o nosso alicerce familiar.

Mas não me canso nem me queixo. Ao contrário, são esses compromissos e responsabilidades que me estimulam, que motivam a minha alegria, que me comovem e sensibilizam. Que me rejuvenescem e me conferem energia. A esta altura, não sei mais separar o que é diversão do que é trabalho. O velho Ulysses Guimarães, que comandou o processo de abertura democrática nesse País, ensinava que “o segredo de se viver bem é fazer do dever um prazer”.

Acho que fui mais longe: me apaixono por tudo o que faço.

Banner Rodapé

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.