Início Geral

OAB em Patos move ação contra juíza que limitou acesso de advogados a presídios

A Ordem de Advogados do Brasil (OAB) em Patos moveu, na segunda-feira (13), mandado de segurança com pedido de liminar no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), em desfavor de ato da Juíza das Execuções Penais de Patos, Vanessa Moura Pereira de Cavalcante, que editou uma portaria que limita o acesso dos advogados ao interior dos presídios da cidade. O processo tramita na 1ª Câmara Cível e está sob a relatoria do Desembargador Leandro dos Santos.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A portaria prevê que o acesso dos advogados aos presos só é permitido até as 17h, o que, na avaliação da OAB, viola as disposições da Lei Federal 8.906/94 (Estatuto da EAOAB). Segundo a magistrada, a restrição aos advogados ocorre por medida de segurança.

As ações também estão sendo empreendidas junto à Corregedoria do TJPB, através do presidente da Comissão de Prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), Alysson Fortuna, como também, do advogado Pedro Ricardo Correia Mendes.

O presidente da Subseção da OAB de Patos, Paulo César de Medeiros, diz que “todos os canais de diálogo com a magistrada foram feitos para que a portaria que é contrária à lei fosse revogada, mas infelizmente até o momento não obtiveram êxito”.

“Tentamos através da via do diálogo a revogação da portaria que fere nossas prerrogativas, tudo isso começou na iminência do recesso e das férias forenses, mas agora com o retorno das atividades do judiciário prontamente estamos ingressando com a medida judicial cabível. Continuamos nossa luta também frente à Corregedoria de Justiça. Não estamos querendo nada de privilégios, mas tão somente o cumprimento da Lei que nos confere prerrogativas, que na verdade são garantias em benefício do cidadão”, sustentou Paulo César. “A restrição imposta aos advogados, além de violar direito líquido e certo destes, também fere direito do preso de entrevistar-se pessoalmente com seu advogado sem necessidade ou restrição de horário”, acrescentou.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.