OAB-PB lamenta morte de advogado que sofreu infarto em JP

29
COMPARTILHE

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), lamentou o falecimento do advogado Rodolfo Toscano de Britto. Ele morreu, aos 33 anos, nessa sexta-feira (20), depois de sofrer um infarto.

Leia mais notícias do Portal Correio

Rodolfo era sócio do escritório de advocacia Toscano de Britto e no início da semana foi eleito conselheiro estadual da OAB-PB para o triênio 2016/2018.

O advogado deixa esposa e duas filhas. Ele havia se tornado pai pela segunda vez há cerca de um mês.

O presidente da OAB-PB, Odon Bezerra, lamentou a morte do advogado e colocou a Ordem a disposição da família neste momento de dor. “A Paraíba e em particular a nossa Seccional perdeu um grande advogado e excelente companheiro que durante sua atividade profissional engrandeceu a nossa categoria”, disse.

Rodolfo Toscano de Britto era pessoense e atuava como advogado, com especialização em Direito Público. Ele era Doutor em Ciências Jurídicas.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas