Início Geral

Olhos em 2018

Faltam menos de 13 meses para a decisão de Ricardo Coutinho de sair do governo para tentar uma vaga no Senado Federal, ou ficar até o fim do mandato. Como a eleição de 2018 ocorrerá no dia 7 de outubro, tem que fazer a opção até o dia 6 de abril.

Embora Ricardo Coutinho evite antecipar esse debate, ele já ocorre, inclusive entre seus aliados, que presenciaram o crescimento da oposição nas últimas eleições municipais (os partidos nesse campo ganharam em 57% das cidades, entre elas as maiores do Estado, e estão governando para 71,2% dos paraibanos) e assistem seus adversários ampliando suas perspectivas graças a tomada do governo federal.

Ricardo só declarou que não abrirá mão de comandar sua sucessão. Sendo o mais expressivo líder do seu campo, nada mais normal. Mas, aliados dizem identificar sinais de que não quebrará a ordem natural das coisas. Significa que se sair, a vice Lígia Feliciano assume com a possibilidade de tentar reeleição, e só não desfrutará desse privilégio por vontade própria ou se comprovadamente não tiver viabilidade eleitoral.

Para o caso da 2ª hipótese, o PSB vê potencial no seu deputado Gervásio Maia, que já ensaia críticas a Luciano Cartaxo, o nome mais citado da oposição. Se conseguir respostas, o confronto lhe favorece, pois está chegando numa vitrine onde o prefeito está há bom tempo.

Já a oposição não pretende dar trégua nessa reta final de Ricardo. Vai mirar no ataque que fez ao bolso dos paraibanos, elevando impostos que encareceram a conta de energia, a feira, os combustíveis, os serviços e até a transmissão de heranças. Aumentou ICMS, ITCD, IPVA e ampliou a faixa de tributáveis com o Funcep. Mesmo com a crise, o desemprego e a expressiva queda no consumo, as receitas próprias da Paraíba cresceram 21,14% acima da inflação em 2016.

Enquanto Ricardo destaca como ponto positivo ter feito obras com recursos próprios, a oposição sustenta que é o contrário, que penalizou os paraibanos em momento difícil e sem necessidade. Que o dinheiro poderia ter vindo de Brasília, mas que é mais fácil aumentar impostos aqui, do que fazer bons projetos e defendê-los junto ao governo federal.

No discurso, ano pré-eleitoral é para trabalhar pela população. Na prática, é de preparação para a guerra do ano seguinte. E por aqui ninguém está parado.

TORPEDO

O problema não são as 79 prisões ou os atualmente 7 presos sem julgamento, mas sim que se tratam de presos ilustres, por exemplo, um dirigente de empreiteira, um ex-ministro da Fazenda, um ex-governador, e, no presente caso, um ex-presidente da Câmara dos Deputados.

Do juiz Sérgio Moro, que vê por trás das críticas às prisões preventivas da Lava Jato, o “lamentável entendimento de que há pessoas acima da lei”.

Ultima etapa

Está prevista para o próximo dia 26 o acionamento da 6ª e última estação elevatória do Eixo Leste da transposição, que impulsionará as águas do São Francisco para a barragem de Porções, em Monteiro, na Paraíba.

A chegada

Já há mobilização para evento no dia 6 de março, que marcará a chegada das águas na Paraíba. Considerando que esse “milagre” é esperado há quase dois séculos, e seus efeitos econômicos e sociais, será festa grande.

Alternância…

O deputado Trócolli Júnior esperar assumir a presidência estadual do PROS na Paraíba até o final deste mês, conforme garantia da Executiva Nacional. Tem planos de expansão. Quer levar legenda a 100 municípios.

… no PROS

Trócolli fez questão de deixar claro que está em sintonia com o atual presidente, Lindolfo Pires, e que não pretende se perpetuar no comando do partido, mas fazer revezamento e trabalho de consolidação da legenda.

ZIGUE-ZAGUE

+ O senador Eduardo Braga entrega depois de amanhã o seu relatório sobre a indicação de Alexandre de Moraes para o STF. A sabatina será na próxima semana.

+ Já apreciado pelo Senado, irá a votação na Câmara o projeto que reabre prazo para repatriação de ativos no Exterior. Dessa vez, parentes de políticos poderão aderir.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.