Início Geral

Onze vereadores de JP podem trocar de partido, com ‘janela’ aberta at? 2 de abril

Pelo menos 11 vereadores de João Pessoa podem aproveitar a janela partidária para mudança de filiação nos próximos dias. Eles terão até 2 de abril para trocar de partido, logo após a promulgação da emenda constitucional, marcada para a próxima quinta-feira (18), pelo presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros (PMDB-AL). Veja vídeo abaixo.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Isso representa que da atual composição da Câmara Municipal de João Pessoa, que tem 27 vereadores, 40,7% encarariam a dança das cadeiras.

No DEM são duas situações distintas. Lucas de Brito avalia a
possibilidade de sair do partido, caso o Democratas não apresente um
projeto de crescimento a médio prazo. “Eu teria que ir para um partido
com maior densidade eleitoral do que o DEM para futuras disputas
majoritárias”, disse.

Já Bosquinho quer continuar apoiando a
gestão de Cartaxo, mas a direção estadual prioriza a composição com o
PSB, do governador Ricardo Coutinho. “Eu tenho me posicionado ao lado do
prefeito Luciano Cartaxo e tenho tentando a liberação para continuar
nesse apoio. Até agora não tenho conseguido essa autorização”, confirmou
Bosquinho.

Veja um trecho da entrevista de Boquinho e Lucas no programa 27 Segundos, da RCTV (canal por assinatura do Sistema Correio): 

Dois vereadores já desfiliaram na semana passada do Solidariedade. Sérgio da SAC e Felipe Leitão abandonaram a legenda comandado no estado pelo deputado federal Benjamin Maranhão. Eles integram a base do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) e devem anunciar o novo partido nos próximos dias.

Fora dessa relação, ainda tem o vereador Dinho, que nem esperou a janela e já trocou o PRB pelo PMN. Um acordo com a direção estadual permitiu que Dinho não sofresse um processo de cassação do mandato por infidelidade partidária.

Na lista de nomes que podem movimentar esse troca-troca de partidos estão João dos Santos (PR), Djanilson da Fonseca  (PT do B) Lucas de Brito (DEM), Bosquinho (DEM), Elisa Virgínia (PSDB), Marcus Vinícius (PSDB) e Marcos Antônio (PPS). Também fala-se no nome do atual presidente da Câmara, Durval Ferreira (PP).

Na grande maioria dos casos, os vereadores demonstram insatisfação com a condução das articulações para as eleições municipais deste ano pelas direções estaduais. Djanilson da Fonseca disse que vai aguardar o posicionamento de sua legenda para se definir, mas adianta que, de todos, é quem menos pensa em mudar de sigla este ano.

Os três ‘tucanos’ esperam uma decisão da direção estadual. O presidente do PSDB no estado, ex-deputado Ruy Carneiro, disse a eles, numa reunião nesta segunda-feira pela manhã, que contou com a presença de Lauremília Lucena (presidente do diretório de João Pessoa), que o partido deve ter candidatura própria a prefeito. Marcus Vinícius, Elisa Virgínia e Luis Flávio defendem uma aliança com o PSD, em apoio a reeleição do prefeito Cartaxo.

No ano passado, com a saída do prefeito Luciano Cartaxo para o PSD, os vereadores Bira e Benilton Lucena também deixaram o Partido dos Trabalhadores.

Além de vereadores, a promulgação da Proposta de Emenda à Constituição 182/2007 deixará aberto espaço para que os candidatos às eleições deste ano, que exercem mandatos de deputados mudem também de legenda.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.