Início Notícias

Operação apreende 6,6 mil caranguejos em período de defeso

A Operação Manguezal, deflagrada pelo Ibama, em parceria com o ICMBio, Batalhão de Polícia Ambiental e Secretaria de Meio Ambiente de Cabedelo, apreendeu no Litoral da Paraíba 6.680 espécimes de caranguejo-uçá (Ucides cordatus), capturados ou comercializados ilegalmente, no período de 10 a 15 de fevereiro de 2020. Foram lavrados sete autos de infração e aplicadas multas no valor de R$ 15.185. Os caranguejos apreendidos e ainda vivos foram devolvidos ao habitat natural.

A operação foi feita em todo Litoral da Paraíba, inclusive nas Unidades de Conservação da Natureza: Área de Proteção Ambiental Barra do Rio Mamanguape e Reserva Extrativista Acaú-Goiana.

Conforme Instrução Normativa nº 01/2020 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, nos períodos de 11 a 16/01, 10 a 15/02 e 10 a 15/03/2020, está proibida a captura, o transporte, o beneficiamento, a industrialização e a comercialização de qualquer indivíduo da espécie Ucides cordatus, conhecido popularmente como caranguejo-uçá, nos estados do Amapá, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia, durante a ‘andada’, que corresponde aos períodos de lua cheia, quando ocorre o ciclo reprodutivo em que os caranguejos machos e fêmeas saem de suas galerias (tocas) e andam pelo manguezal para acasalamento e liberação de ovos.

O superintendente do Ibama na Paraíba, Arthur Navarro, falou sobre a operação:

“O respeito ao defeso do caranguejo-uçá é fundamental para assegurar a conservação da espécie e seu uso sustentável, tanto no aspecto ecológico, quanto para o desenvolvimento do turismo e da economia para a região. A população que consome caranguejo deve colaborar, evitando adquirir nos períodos de defeso ou, ainda, sem comprovação de origem legal. A fiscalização do Ibama, junto com instituições parcerias, continuará intensiva no próximo período de defeso, que inicia no mês de março”.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.