Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Lava Jato apura repasses a partido político e empresas da Paraíba

A Polícia Federal deflagrou a 73ª fase da Operação Lava Jato, na manhã desta terça-feira (25), para apurar repasses a partido político e empresas da Paraíba. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em endereços nas cidades de João Pessoa, Cabedelo e Campina Grande. Esta fase da operação, denominada Ombro a Ombro, também cumpriu ordens em Brasília. As investigações são da Superintendência da PF no Paraná. A Polícia Federal não divulgou o nome do investigado na Paraíba.

De acordo com a Policia Federal, foi identificada uma organização criminosa formada por executivos de grandes empreiteiras, que, por meio da formação de cartel e pagamento sistemático de propina a diretores da Petrobras, fraudava o caráter competitivo de licitações realizadas pela estatal.

Ainda segundo a PF, um investigado teria solicitado e recebido pelo menos R$ 4 milhões para “blindar” os executivos das grandes empreiteiras envolvidas no esquema. Conforme declarações de executivos em acordos de colaboração premiada, as vantagens indevidas destinadas ao investigado teriam sido pagas pela empreiteira por meio de doação a um partido político e repasses a empresas sediadas na Paraíba.

Os pagamentos feitos pela empreiteira a tais empresas foram justificados em contratos fictícios ou superfaturados e os valores respectivos seriam sacados pelos representantes das empresas e entregues em espécie a intermediários do investigado, que poderá responder por corrupção passiva e lavagem de capitais.

Lava Jato

A Operação Lava Jato foi iniciada em 2014 para desarticular esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro na Petrobras. As investigações se expandiram e chegaram a outros órgãos federais e a contratos irregulares celebrados com governos estaduais. Atualmente, a operação conta com desdobramentos em vários estados do Brasil.

Além disso, de acordo com o Ministério Público Federal (MPF), pelo menos 12 países iniciaram suas próprias investigações a partir de informações compartilhadas pela operação por meio de acordos de cooperação internacional.

O volume de recursos desviados nos esquemas descobertos pela Lava Jato está na casa de bilhões de reais. Pessoas de grande expressividade política e econômica foram presas e/ou responsabilizadas pela operação.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.