Início Geral

Operação prende 12 pessoas suspeitas de comandar crimes em presídios da PB

Doze pessoas foram presas nas cidades de Itabaiana e João Pessoa durante a Operação Cárcere, que ocorreu nesta quinta-feira (4). Segundo a polícia, o grupo é suspeito de atuar em organizações criminosas que agiam dentro de unidades prisionais para articulação de crimes.

Leia mais Notícias no Portal Correio

As ações conjuntas das polícias Civil e Militar da Paraíba, com sede no município de Itabaiana, prenderam entre as 12 pessoas um técnico em manutenção de câmeras de segurança que trabalhava nas Penitenciárias PB1, Róger (João Pessoa) e Serrotão (Campina Grande).

De acordo com o delegado da 9ª Seccional, com sede em Itabaiana, Hugo Helder, participaram da operação 80 policiais civis e militares e, além dos mandados de prisão, ainda foram cumpridos nove de busca e apreensão.

As investigações policiais tiveram início no mês de março de 2016, após a denúncia de um crime envolvendo um adolescente, assassinado e esquartejado na cidade de Itabaiana. Segundo o delegado Hugo Helder, um deles seria o mandante desse crime e através disso, a polícia conseguiu desfazer todo o grupo.

De acordo com o delegado, participaram da operação 80 policiais civis e militares e, além dos mandados de prisão, ainda foram cumpridos nove de busca e apreensão.

A operação recebeu o nome de ‘Cárcere’ pelo fato de a organização criminosa investigada ser comandada do interior de um presídio de segurança máxima. A ação policial desta quinta-feira contou com o apoio do setor de inteligência da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) e do Grupo Penitenciário de Operações Especiais (Gpoe).

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.