Moeda: Clima: Marés:
Início Música

Orquestra Sinfônica da Paraíba apresenta concerto com músicas de Sivuca e participação de três sanfoneiros

Concerto terá a participação dos sanfoneiros Lily Sanfoneira, Helinho Medeiros e Lucas Carvalho, como solistas, e regência do maestro Gustavo de Paco de Gea
Orquestra Sinfônica da Paraíba (Foto: Divulgação/Secom-PB/Thercles Silva)

A sanfona vai ser o destaque do concerto que a Orquestra Sinfônica da Paraíba apresenta, nesta quinta-feira (20), em homenagem ao músico paraibano Sivuca. O Concerto Sivuca Sinfônico terá a participação dos sanfoneiros Lily Sanfoneira, Helinho Medeiros e Lucas Carvalho, como solistas, e regência do maestro Gustavo de Paco de Gea. A apresentação começa às 20h30, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, em João Pessoa, com entrada gratuita.

Os músicos da OSPB e os sanfoneiros vão executar sete músicas de Sivuca: Rapsódia Gonzagueana, Aquariana, Choro de Cordel, João e Maria, Concerto Sanfônico para Asa Branca, Quando me Lembro e Feira de Mangaio.

“Rhapsodia Gonzaguiana é uma sucessão, um conjunto de peças de Luiz Gonzaga orquestradas por Sivuca para sanfona solista e orquestra sinfônica. Pertence a uma série de quatro músicas que ele fez para tocar junto com a orquestra” explicou o maestro.

“Aquariana é uma peça do próprio Sivuca, é uma das últimas que compôs. E eu lembro, que ele me contou na época, que estava fazendo uma música tudo amor, tudo coração, porque é uma homenagem à esposa, Gloria Gadelha. Por isso que a música se chama Aquariana, que é o signo dela”.

O maestro Gustavo de Paco explicou que Choro de Cordel é a última música que Sivuca fez para orquestra e sanfona. “Não é um arranjo, é uma música composta totalmente por ele, onde ele faz uma junção de um ritmo de choro muito bonito, tranquilo, lento, com um baião. Ele faz então o choro e depois o ritmo fica mais rápido, passando para um baião, para depois voltar para o choro e acabar lentamente, digamos tranquilamente. Por isso se chama Choro de Cordel, é uma mistura de ritmos”.

Sobre João e Maria, o maestro disse que o próprio Sivuca contou a ele que estava no seu apartamento, no Rio de Janeiro, quando recebeu a visita de Chico Buarque, que perguntou se ele tinha alguma música inacabada. Sivuca então mostrou algumas que tinha em casa. Chico Buarque encontrou João e Maria e fez a letra que todo mundo conhece.

A música número cinco dessa apresentação da OSPB é Concerto Sanfônico para Asa Branca. “Está tudo dito nesse título. A partir da música de Luís Gonzaga, Asa Branca, Sivuca fez um concerto para a sanfona”, explicou.

“A música número seis é uma das que mais gosto desse repertório”, continuou o maestro Paco. “Em Quando Me Lembro, Sivuca fez uma adaptação, arranjo ou orquestração dessa música que já existia, escrita por outro compositor chamado Luperce Miranda, um compositor da década de 1930. É uma seresta e, a partir dela, Sivuca fez a adaptação para a sanfona e a orquestra sinfônica. É uma maravilha, talvez seja mais difícil para a orquestra, para acompanhar a sanfona, porque tem muitos ritmos variados, então tem que ser bem estudado. Eu acho a mais bonita de todas”, ressaltou.

E, por último, fechando o repertório, tem Feira de Mangaio. “Essa é uma versão, é um arranjo da própria música de Sivuca para sanfona e orquestra. Ou seja, Feira de Mangaio foi feita por Glorinha Gadelha e Sivuca, e teve sua estreia em 1978, aquela versão maravilhosa de Clara Nunes cantando e Sivuca acompanhando. Só que depois disso, com vontade de fazer para uma grande orquestra, ele transformou sua própria música num arranjo e uma orquestração de sanfona e orquestra, já não mais com voz. Então nós vamos executar essa versão de Feria do Mangaio, que é uma peça fantástica”, observou.

Entrada gratuita 

Não é cobrado ingresso para os concertos da Orquestra Sinfônica da Paraíba. Idosos, cadeirantes e demais pessoas com dificuldade de locomoção têm entrada acessível na lateral da Sala de Concertos, ao lado do palco da Praça do Povo. Há também cadeiras especiais para esse público. O programa do concerto ficará disponível na bio da página da OSPB no Instagram: @orquestra.ospb.

Palavras Chave

Orquestra Sinfônica
publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.