Orquestra Sinfônica da PB faz primeiro concerto do ano nesta quinta, em JP

31
COMPARTILHE

O público que acompanha as apresentações da Orquestra Sinfônica da Paraíba já pode voltar a programar as noites de quinta-feira para assistir a execução de músicas eruditas e populares, de compositores estrangeiros e brasileiros, de acordo com a programação definida pelo regente titular da OSPB, maestro Luiz Carlos Durier. Após período de férias e recesso, os músicos da sinfônica paraibana apresentam o 1º Concerto Oficial da Temporada 2017 nesta quinta-feira (16), às 20h30, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, localizada na Fundação Espaço Cultural da Paraíba, em João Pessoa. Os ingressos custam R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia).

Leia mais notícias de Entretenimento no Portal Correio

Com regência de Luiz Carlos Durier, o concerto inicia com a execução da “Abertura Brasil 2012”, de Dimitri Cervo, compositor brasileiro nascido em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, em 1968, que aos 14 anos apresentava ao piano as suas primeiras composições em público. Dimitri começou a se destacar nacionalmente em 1995, quando Abertura e Toccata recebeu o 1º prêmio no Concurso de Obras Orquestrais do XV Festival de Londrina e foi executada por cinco orquestras brasileiras. Sua discografia inclui dois CDs individuais, Toronubá e Série Brasil 2010, pelos quais recebeu três Prêmios Açorianos (melhor CD e compositor), além de obras registradas em CDs de diversos grupos e artistas.

Em seguida, será executada “Romeu e Julieta – Abertura Fantasia”, do compositor russo PiotrIlitch Tchaikovsky (1840 – 1893), que para a sinfonia se inspirou na história de amor mais famosa do mundo, de autoria de Shakespeare. Após o intervalo, será a vez dos músicos mostrarem a “Sinfonia n. 40 em Sol menor, KV 550”, do influente compositor austríaco do período clássico Wolfgang Amadeus Mozart (1756 – 1791).

“Vamos abrir essa primeira apresentação de 2017 com uma música brasileira de Dimitri, intitulada Abertura Brasil 2012. A orquestra está sempre pensando em tocar música brasileira, de compositor vivo, para que as pessoas conheçam os nossos talentos”, disse o maestro Luiz Carlos Durier.

“Um casamento perfeito é o repertório de Tchaikovsky e Mozart combinado, principalmente por Mozart ter sido o grande ídolo de Tchaikovsky. A Sinfonia 40, de Mozart, é bastante enigmática pelo fato de transparecer uma alegria escondendo uma tristeza contida e foi a penúltima obra composta por ele”, explicou.

De acordo com Durier, a expectativa de todos para este início de temporada é a melhor possível. “Temos tido belos ensaios. São 25 jovens muito talentosos que vieram somar qualidade à orquestra e a gente espera que essas energias novas se entrelacem com a energia dos mais antigos para que a gente possa fazer uma temporada de muita música e muita emoção. Convidamosa todos para virem alegrar o coração e as almas”, completou o maestro.

Durier destacou ainda as ações que serão desenvolvidas ao longo deste ano. “Realizaremos concertos oficiais didáticos, populares com artistas nacionais, concertos no interior e, principalmente, o projeto OSPB nos Bairros, cumprindo uma função social relevante, se aproximando das comunidades”, finalizou.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas