Início Geral

Pai de atletas, ídolo do Botafogo-PB conta como filhos seguiram passos no esporte

O sonho de se tornar um jogador de futebol é compartilhado por boa parte dos jovens brasileiros. Porém, a carreira de jogador não é só marcada por diversão, fama e dinheiro, mas também pela distância da família. Ao Portal Correio, em matéria especial sobre o Dia dos Pais, o veterano atacante Warley Silva, ou simplesmente W9, um dos ídolos recentes do Botafogo-PB, falou sobre a carreira e a felicidade em ter um filho jogador, além de duas filhas também esportistas, mas lamenta por ter que estar distante de dois dos três filhos. Comente no fim da matéria.


Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Carreira

Warley, que é tricampeão paraibano pelo Belo (2013, 2014 e 2017) e campeão da Série D também no Botafogo-PB (2013), é natural de Ceilância, cidade satélite de Brasília, começou a carreira atuando nas categorias de base do Gama, de onde foi para a base do Coritiba e estreou nos profissionais do Atlético Paranaense, em 1997, aos 19 anos.

Além do Atlético Paranaense e o Belo, o artilheiro também jogou pelo São Paulo, Udinese (Itália), Grêmio, São Caetano, Palmeiras, Brasiliense, Náutico, ABC-RN, Vila Nova-MG, Treze, Campinense, River-PI e também na Seleção Brasileira.


Carreira x família

Dos três filhos, Warley Filho (Warleyzinho) e Paloma, filhos do primeiro casamento de Warley, moram no Sul do país. A terceira filha do atacante, Maria Carolina, é a mais nova e mora com W9 e a mãe em João Pessoa.

Na Itália, onde jogou pela Udinese, Warley afirmou que conseguiu manter o foco já que a família estava presente. Mas, para o atacante, um dos principais problemas na carreira de um jogador de futebol é a distância da família, ainda mais quando dois dos três filhos moram em outra cidade.

“Tenho três filhos. Um casal do meu primeiro casamento, do qual meu filho tem 17 anos e joga nas categorias de base do Paraná, no Sub-19. Tenho uma filha que joga vôlei, em um clube tradicionalíssimo que é o Sion (Curitiba). Tenho também minha filha do segundo casamento, que mora aqui em João Pessoa, pratica vários esportes. É muito difícil ficar longe dos meus dois filhos do primeiro casamento, mas hoje temos várias tecnologias que nos ajudam, como o WhatsApp, ligações com videochamadas e também a cada seis meses e nas férias eles passam um mês ou quinze dias comigo. A gente vai dividindo e conciliando”, afirmou Warley.


Filhos atletas

Filho mais velho do atacante do Belo, Warleyzinho, que tem 17 anos, vem seguindo os passos do pai e é titular da equipe sub-19 do Paraná Clube, sendo um dos destaques da equipe.

“Eu fui extremamente favorável [ao filho também ser jogador]. Ele já entrava comigo em campo desde os oitos meses de idade lá na Itália. Ele sempre viveu no mundo do futebol. Graças a Deus ele tem talento. Estou feliz por ele ter seguido essa profissão e, quem sabe, seguir os passos do pai por que alguém tem que sustentar a família depois também, não é?!”, disse Warley.

Também atletas, Paloma, segunda filha do atacante, é joga vôlei pelo Sion, e Maria Carolina também pratica esportes na escola e nas praias da Capital.

“Não é fácil, mas o amor sempre prevalece frente a distância. Tem também a minha filha aqui, a Carolzinha. Mas graças a Deus mesmo eles longe a gente está sempre conversando. Todos eles também estão bem encaminhados no esporte, que é fundamental”, contou Warley.

 

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.