Moeda: Clima: Marés:
Início Geral

Papa anuncia 19 cardeais, um ? brasileiro

O papa Francisco anunciou ontem, durante oração do Angelus, no Vaticano, a nomeação de 19 novos cardeais, entre eles o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta. A cerimônia oficial de nomeação está prevista para 22 de fevereiro.

“Eu sei que é uma graça e uma grande responsabilidade”, disse Dom Orani, após receber a notícia.

Além do brasileiro Dom Orani, serão nomeados outros quatro cardeais da América Latina: Mario Aurelio Poli, arcebispo de Buenos Aires (Argentina); Ricardo Ezzati Andrello, arcebispo de Santiago (Chile); Chibly Langlois, bispo de Les Cayes (Haiti); e Leopoldo José Brenes Solórzano, arcebispo de Manágua (Nicarágua).

Foram nomeados também quatro italianos, um alemão, um britânico, um canadense, dois africanos (Costa do Marfim e Burkina Faso) e dois asiáticos (Coreia do Sul e Filipinas).

Essas são as primeiras indicações do atual papa para compor o seu “grupo de elite”, que o aconselha e que podem vir a eleger seu sucessor. Dos 19 nomeados, 16 têm menos de 80 anos e podem participar da escolha do próximo papa após a morte ou renúncia de Francisco. Com as novas nomeações, o número de cardeais eleitores passa para 122, superando o máximo de 120 que participam de um conclave –porém, 10 cardeais completam 80 anos em 2014.

O conclave que elegeu Francisco, em 13 de março do ano passado, era formado por 69 cardeais europeus, 19 latino-americanos, 11 africanos e 10 asiáticos.

Consistório

O pontífice argentino vai reunir em consistório os cardeais do mundo inteiro em 22 de fevereiro, quando os anunciados de ontem receberão o título, o capelo e o anel. O Papa também anunciou que, antes da cerimônia de 22 de fevereiro, reunirá o Colégio Cardinalício nos dois dias anteriores para “debater o tema da família”.

O último consistório para a criação de cardeais remonta a novembro de 2012. O então Papa e hoje Papa Emérito Bento XVI promoveu seis prelados não europeus, para corrigir a tendência manifestada nove meses antes com a criação de 12 cardeais europeus com menos de 80 anos de um total de 18.

Notícia é recebida com surpresa

Após o Papa Francisco anunciar que o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, será nomeado cardeal da Igreja Católica, o religioso disse que está muito surpreso e feliz com a notícia. Ele garantiu ainda que não sabia do anúncio:

“Realmente eu não sabia de nada, o Papa não avisou com antecedência. Foi uma emoção muito grande e uma grande responsabilidade”, disse Dom Orani.

O novo cardeal pediu orações para todas as pessoas: “Tenho certeza que conto com as orações do povo de Deus para que eu possa desempenhar bem essa função”.

Dom Orani afirmou: “Além de já ser uma missão universal do bispo, que tem a preocupação com toda a igreja, agora ela é muito mais, sendo do conselheiro próximo do Santo Padre e sendo responsável pela igreja no mundo inteiro”.

“É uma grande responsabilidade e tenho certeza que o povo me ajudará nesse sentido”, completou o ainda arcebispo após missa realizada na Paróquia Santos Anjos, no Leblon, Zona Sul da cidade.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.