Início Geral

Para onde caminha o PSB?

O projeto político instituído por Ricardo Coutinho em João Pessoa, e agora na Paraíba, parece estar ameaçado pela falta de um representante a altura do governador – muitos hão de discordar – e com experiência administrativa convicente para apresentar no processo eleitoral de 2018.

É fato que a falta dessa experiência dificulta a escolha entre os socialistas. Nenhum dos prováveis candidatos têm obras para mostrar ou pelo menos aquele “espólio eleitoral que você respeita”. É notório que a população está cansada de promessas e as urnas têm mostrado que candidatos que muito falam, pouco voto têm. Resumindo: o povo está se valendo de São Tomé: é ver para crer.

A campanha, que certamente terá como base o modelo de projeto do PSB/Ricardo, dificulta a transferência de votos. É sabido a contribuição de Ricardo para o crescimento de João Pessoa – assim como seus antecessores em algum momento – e pela Paraíba, mas o socialista não tem tido êxito a não ser em benefício próprio.

Perdeu por duas vezes a Prefeitura da Capital para o atual prefeito Luciano Cartaxo, que até seria um bom aliado e candidato a sucessão estadual apoiado por Ricardo, mas o governador preferiu ter candidato próprio na época em que Cartaxo era do PT, partido que ainda hoje é aliado.

Se o afago de Ricardo tivesse existido, Cartaxo hoje poderia ser até candidato pelo PSB. Vai saber… O fato é que Ricardo está sem um representante. O mais conhecido seria mesmo o presidente da Assembleia Legislativa, Gervásio Maia, que preferiu garantir uma vaga na Câmara dos Deputados.

Bom de conta

O deputado Gervásio Maia Filho, quando o assunto é coeficiente eleitoral, esse dá de dez a zero em qualquer outro parlamentar que eu tenha conhecido. Aliás, vou abrir uma exceção para o ex-deputado Biu Fernandes. Se Gervásio decidiu disputar uma cadeira na Câmara Federal é porque enxergou chances concretas.

Folga extra

Será que os deputados estaduais voltarão ao trabalho esta semana? O feriadão foi esticado semana passada. Teve início da segunda-feira e devem retornar hoje. Justificativa: manutenção dos ar-condicionados.

Exemplo

Ponto positivo para a Câmara Municipal de João Pessoa, que realizou sessões, com direito a debates acalorados entre alguns parlamentares.

Sensatez

Sinceramente, eu acredito ser mais sensato se deixar acumular um pouco mais de água no Açude de Boqueirão, cujo reservatório ainda não foi banhado pelo São Francisco, do que acabar de vez o racionamento.

Concorrência

Ainda sobre eleição 2018 e sobre o PSB, a concorrência interna para uma vaga de deputado estadual está mais que vestibular.

Novelo de corrupção

Um ano do impeachment da petista Dilma Rousseff e o que assistimos é um Congresso cada dia mais entranhado em um novelo de lã de corrupção. Uma frase resume: “o sujo falando do mal lavado”. A que ponto chegamos. Estamos contando nos dedos os que estão se salvando. Não importa o tamanho do crime, bandido é bandido.

Lava judiciário 1

“A Lava Jato pegará o Poder Judiciário num segundo momento. O Judiciário está sendo preservado, como estratégia para não enfraquecer a investigação”.

Lava judiciário 2

A previsão é da ministra aposentada do STJ, ex-corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon, sempre polêmica. Mas, que tem crédito para ser ouvida.

Presídio 1

Em agosto deste ano, o presídio Flósculo da Nóbrega, mais conhecido como presídio do Róger, na Capital, ganhará mais um pavilhão com capacidade para 200 internos.

Presídio 2

A construção do prédio está sendo realizada através de recursos doados pela Vara de Execuções de Penas Alternativas, da comarca de João Pessoa.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.