PB segue na contramão do país e perde mais 532 postos de trabalho

86
COMPARTILHE

A Paraíba registrou saldo negativo de 532 empregos com carteira assinada em abril deste ano, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (16) baseados no Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged) feito pelo Ministério do Trabalho. O resultado da Paraíba, que traz a admissão de 6.258 trabalhadores contra a demissão de 6.649 empregados, vai em desencontro com os dados nacionais, que mostram recuperação do emprego, com 59,8 mil novas admissões em abril.

*Matéria atualizada para correção dos números. Na Paraíba, o saldo negativo total é de 532.

Segundo o Caged, apesar de ser um saldo negativo, o número é melhor do que o registrado em março, quando a Paraíba contabilizou saldo negativo de 1,7 mil empregos.

No ano, o estado contabiliza 29.926 admissões contra 35.739 demissões, resultando em um saldo negativo de 5.813 empregos. Com relação aos últimos doze meses, o saldo também é negativo, com a Paraíba contabilizando 91.856 admissões contra 101.012 demissões.

Dados nacionais

No Brasil, em abril, foram contabilizadas 1.141.850 admissões e 1.081.994 desligamentos, resultando em salto positivo de 59,8 mil empregos. Já em março deste ano, foram registradas 1.261.332 admissões e 1.324.956 desligamentos, ou seja, 63.624 vagas foram perdidas.

Em abril do ano passado, o mercado de trabalho formal tinha registrado a perda de 62.844 postos de trabalho.

O setor de serviços foi o que registrou melhor resultado em abril deste ano, com um saldo de 24.712 contratações, seguido pela agropecuária (14.648); indústria de transformação (13.689) e comércio (5.327).

Embora tenha apresentado saldo negativo (-1.760 postos de trabalho), a construção civil teve um desempenho melhor que o de abril do ano passado (-16.036 vagas).

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas