Início Geral

Paraibano dono da Caoa é citado em offshores com contadores envolvidos na Lava Jato

O empresário paraibano Carlos Alberto de Oliveira Andrade, dono da rede de concessionárias Caoa e da montadora Hyundai no Brasil, teve seu nome ligado ao maior esquema envolvendo corrupção e ocultação de patrimônio e dinheiro em paraísos fiscais já registrado na história mundial. A informação é do colunista Fernando Rodrigues, do UOL.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Documentos vazados de um escritório de advocacia Mossack Fonseca, do Panamá, colocou sob suspeitas líderes mundiais, chefes de Estado e figuras públicas. Entre os mais de 11 milhões de papéis, aparecem, de acordo com Fernando Rodrigues, os nomes de dois contadores investigados na Operação Lava Jato.

Esses profissionais, ainda conforme a publicação, são apontados pelos documentos como diretores de companhias offshore ligadas a Carlos Alberto de Oliveira Andrade, cujo patrimônio declarado seria superior a R$ 833 milhões.  

Procurados pela coluna, os contadores afirmaram, por meio de seu advogado, que representam as empresas apenas no papel, “por conta e ordem do Grupo Caoa e seu controlador”, a quem prestaram serviços de contabilidade e assessoria tributária por cerca de duas décadas.

A publicação esclarece ainda que abrir empresas offshore não é ilegal, porém a legislação brasileira exige que a companhia seja declarada ao Imposto de Renda e ao Banco do Brasil. A coluna do UOL diz ainda que procurou a assessoria de imprensa para saber se a Caoa tomou essas providências, mas só foi informada sobre a regularização de uma delas.

Clique aqui e leia, na íntegra, a publicação da coluna de Fernando Rodrigues, no UOL.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.