Início Esportes

Paraibanos ficam com prata e bronze no Brasileiro de vôlei de praia

paraibanos-ficam-com-prata-e-bronze-no-brasileiro-de-volei-de-praiaO paraibano Vitor Felipe, da dupla com Guto (RJ) no vôlei de praia, conquistou a medalha de prata na etapa Campo Grande do Circuito Brasileiro Open. Os atletas perderam a final para Evandro e André Stein (RJ/ES), por dois sets a um, diante de uma arena lotada na capital sul-mato-grossense. O bronze ficou para o paraibano Álvaro Filho e seu companheiro Saymon (MS). Eles superaram Fernandão e Ramon Gomes (ES/RJ) por 2 sets a 0 (21/12, 21/15), em 38 minutos de duração. A próxima parada do tour nacional acontece em Natal (RN), de 18 a 22 de outubro.

A recém-formada dupla de Guto e Vitor Felipe começou mais ligada, abrindo 8 a 3 após dois bloqueios consecutivos de Vitor.  A distância aumentou ainda mais, com o paraibano muito ligado na partida. Na primeira parada técnica o placar era de 13 a 8. Administrando a vantagem, eles não deixaram os campeões mundiais reagirem. Em contra-ataque de Guto, anotaram 18 a 12. Uma diagonal de Vitor fechou o set por 21 a 15.

O segundo set começou equilibrado, com ponto de ace de Evandro e Vitor Felipe novamente incomodando os adversários no bloqueio. Em contra-ataque de André, os campeões mundiais passaram a liderar o placar por 7 a 5. Um bloqueio de Vitor, porém, igualou o placar em 9 a 9. Na parada técnica a vantagem era da nova dupla, por um ponto: 11 a 10.

Evandro e André ajustaram o sistema defensivo, começaram a criar contra-ataques e viraram o jogo para 16 a 13, forçando pedido de tempo de Guto/Vitor. Os times foram trocando pontos, mantendo a virada de bola, mas os campeões mundiais prevaleceram no final do set e fecharam em contra-ataque de André na diagonal: 21 a 17.

O tie-break começou disputado, mas contra-ataques de André e Evandro fizeram os campeões mundiais abrirem três pontos de vantagem: 6 a 3. Em ponto de saque de André a diferença cresceu ainda mais: 10 a 5. Mantendo o domínio da partida e administrando o placar, os campeões mundiais e do Circuito Mundial 2017 contaram também com erros adversários. Fecharam o set e o jogo em ataque de André Stein: 15 a 9.

Prêmios e classificação

Este é o primeiro ouro da parceria entre Evandro e André, juntos desde janeiro deste ano. André, porém, sobe ao lugar mais alto do pódio pela segunda vez na cidade. Na temporada passada ele levou a medalha de ouro atuando ao lado do campeão olímpico Ricardo.

O título dá ao capixaba e ao carioca um prêmio de R$ 45.050,50 e 400 pontos no ranking geral da temporada, que conta o resultado das sete etapas. Já Guto e Vitor Felipe somam 360 pontos e recebem R$ 29.250,00 com o segundo lugar. O bronze de Alvinho e Saymon vale 320 pontos na classificação geral e um prêmio de R$ 20.674,00.

Se o título brasileiro é o primeiro da parceria, André chega ao seu terceiro ouro em etapas nacionais, enquanto Evandro soma agora seis títulos de paradas do Open. O carioca eleito melhor sacador pela terceira vez seguida no Circuito Mundial destacou o trabalho da comissão técnica e reforçou o alto nível técnico do Circuito Brasileiro.

A medalha de bronze também foi valorizada por Saymon, que chega pela 10ª vez seguida ao pódio de etapas nacionais ao lado de Alvinho. Ele elogiou a estrutura e preparação do time e comemorou a chance de subir ao pódio próximo dos amigos e familiares.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.