Estudantes foram premiados na Febrace 2018 (Foto: Divulgação)

Paraibanos são premiados na maior feira de engenharia do Brasil

Projeto “CultiveBot - sistema de plantação inteligente” visa o uso otimizado da água nas plantações

1
COMPARTILHE

Um projeto do Estado da Paraíba foi premiado na 16ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), realizada de 13 a 15 de março, em São Paulo. O projeto “CultiveBot – sistema de plantação inteligente”, dos estudantes Gilvan Henrique Dantas, Igor Oliveira da Silva e Francicláudio Dantas da Silva, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), campus da cidade de Picuí-PB, conquistou o quarto lugar na categoria “Ciências Agrárias”.

De acordo com o professor de robótica que orientou os alunos, José Torres Neto, o projeto tem como objetivo promover o cultivo de mudas utilizando o uso racional da água. “Lá em Picuí temos um problema sério com água. Não tem abastecimento porque o reservatório está seco, então todo o abastecimento é por carro-pipa e, mesmo assim, existe uma produção agrícola. Por isso, pensamos em fazer um sistema de plantação de hortas que otimizasse o uso da água. Um sistema automatizado e robotizado que fizesse o controle de toda a água”, explica o professor.

Torres ainda revelou que o projeto é economicamente viável e pode ajudar a vida dos agricultores. “O sistema analisa a umidade do solo e só coloca na muda a água necessária para o crescimento otimizado. Ainda está em fase de protótipo, mas é economicamente viável e a ideia é que façamos um maior para plantar uma quantidade maior de mudas”, garante.

O aluno Francicláudio Dantas comentou sobre a felicidade de participar de uma feira nacional e ainda levar uma medalha para casa. “Mas foi uma experiência única de conhecer outros projetos muito interessantes e ter contato com gente de várias partes do país, e também muito engrandecedora por causa das avaliações que recebemos de pessoas muito bem capacitadas”, revela o jovem.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas