Paraibanos v?o ? final e garantem medalhas no Pan-Americano

18
COMPARTILHE

Record/Correio no PAN 2015 – O Brasil buscará conquistar a terceira medalha de ouro consecutiva no torneio masculino dos Jogos Pan-Americanos. Maior vencedor da modalidade, o país manteve o bom retrospecto e segue presente em todas as finais. Neste domingo (19), os paraibanos Álvaro Filho e Vitor Felipe superaram os cubanos Nivaldo Diaz e Sergio Gonzalez por 2 sets a 0 em 41 minutos ,na semifinal, e garantiram medalha ao país.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Na decisão, que acontece nesta terça-feira (21), eles encaram o time vencedor do duelo entre os primos chilenos Marco e Esteban Grimat, e dos mexicanos Rodolfo Ontiveros e Juan Virgen. A partida acontece às 22h (de Brasília), com transmissão ao vivo dos canais SporTV e Record News. Ainda na fase de grupos, a dupla brasileira já havia superado os mexicanos, que disputaram a repescagem.

“Estamos felizes por chegar à final, era o objetivo, trazer uma medalha ao Brasil. Temos muito orgulho por termos essa oportunidade e tentamos deixar isso explicito em quadra, com muita vontade. Os cubanos possuem qualidade e por rodarem pouco o Circuito Mundial, podem surpreender, mas tivemos paciência. Nos preocupamos com nossa virada de bola, com nossa regularidade, e deu certo. Agora queremos muito o ouro, vamos dar 100%”, disse Vitor Felipe.

A vitória sobre a dupla cubana contou com dois momentos. No primeiro set, o time teve dificuldades para encaixar a marcação adversária. Mesmo assim, superou e conseguiu a virada da metade para o fim da etapa. O principal alvo dos saques era Vitor Felipe, que conseguiu regularidade na virada de bola, e no final da etapa fez a diferença com bloqueios.

No segundo set, largando na frente, os brasileiros jogaram a pressão sobre os adversários, que não tiveram forças para reagir. Errando menos que no set anterior, Alvinho e Vitor variavam os golpes potentes e as largadas, fechando o set e o jogo com maior tranquilidade. Os brasileiros fizeram o mesmo número de pontos que os adversários em dois quesitos: bloqueio (dois) e ace (um), mas superaram nos ataques (31 contra 23) e cederam menos pontos em erros (seis contra oito).

Os paraibanos tentam ser a terceira dupla masculina brasileira a ficar com o ouro nos Jogos Pan-Americanos, lembrando que o vôlei de praia está presente desde 1999. Emanuel e Ricardo, em 2007 (Rio de Janeiro), e Emanuel e Alison, em 2011 (Guadalajara), conquistaram os outros títulos ao país.

O Brasil é o maior campeão do vôlei de praia em Pan-Americanos. Nas quatro edições em que o esporte esteve presente no cronograma, foram nove medalhas contando os dois gêneros, sendo cinco delas de ouro, duas de prata e duas de bronze. Larissa França, com duas medalhas de ouro e uma de bronze, é a atleta com mais conquistas.

Os Jogos de Toronto são transmitidos pela Rede Record (TV Correio HD na Paraíba), com exclusividade na TV aberta.  

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas