Passo a passo orienta como usar app que mostra horários dos ônibus

483
COMPARTILHE

Um novo aplicativo que mostra em quanto tempo o seu ônibus vai passar na parada foi lançado nessa terça-feira (20) para toda a população de João Pessoa e já pode ser usado por quem tem Android. Para iOS, a nova ferramenta só deverá estar liberada na próxima semana. O Portal Correio testou o aplicativo durante os 20 dias de avaliação, antes da chegada para os usuários, e mostra abaixo como você deve utilizá-lo. Acompanhe imagens, vídeos e os prós e contras dessa novidade.

Chamado de JampaBus-Semob, o aplicativo pode confundir usuários que o procuram na Play Store. Outro com um nome semelhante está disponível, mas basta prestar atenção em alguns detalhes para perceber a diferença. Primeiro, a interface dele é azul; segundo, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) colocou sua sigla no nome do aplicativo na Play Store.

Após instalá-lo, o usuário deve fazer um cadastro rápido com nome completo, CPF, e-mail e senha. Aperte cadastrar e conclua esse procedimento inicial.

Com o cadastro feito e o acesso iniciado, você deve escolher se quer procurar o ponto de ônibus no mapa ou que o aplicativo localize onde você está para que se siga com a aplicação. Para essa segunda opção, é necessário que você esteja na parada ou bem perto dela para que obtenha informações sobre os horários.

No ‘Localize-me’, se você estiver na parada ou pelo menos perto dela, o JampaBus-Semob mostra a relação de linhas que passam naquele ponto. Ao escolher uma linha, o aplicativo traz a previsão por faixa de minutos. Você pode ver em quanto tempo vai passar um ônibus da linha procurada em até 10, 20 ou 30 minutos. O resultado mostra, além disso, o nome da empresa e o número do carro. Quando o veículo está perto de chegar, a informação ‘em instantes’ pisca em verde na tela.

Na função ‘Localize-me’ você encontra ainda o botão ‘atualizar’ no canto superior direito da tela. Para ver com precisão o tempo que o ônibus vai demorar para chegar à parada, aperte-o sempre que ele estiver azul. Assim, as informações estarão constantemente atualizadas.

Se você está longe de alguma parada, deve escolher a opção ‘Ver no mapa’ para encontrar o ponto e ver a previsão de horários das linhas. Indo ao mapa, você deve selecionar manualmente, aproximando (zoom) até encontrá-la com precisão. Existem casos em que há vários pontos de ônibus muito próximos, como na Lagoa, por exemplo, então você deve dar o zoom no trecho com bastante precisão para checar a parada desejada.

O usuário precisa ter atenção também quanto ao sentido da linha esperada. Na mesma área do mapa pode aparacer a mesma linha duas vezes para sentidos diferentes. (Exemplo: 5204 – Terminal do Cristo ou 5204 – Manaíra Shopping).

Para alterar senha, enviar sugestões à Semob ou sair do aplicativo, basta arrastar o dedo no sentido da seta em vermelho e uma aba interativa é aberta.

A Semob liberou um vídeo com pouco mais de dois minutos explicando didaticamente como utilizar o JampaBus-Semob; assista.

Prós:

– O aplicativo cumpre a proposta, mostrando o tempo de chegada dos ônibus nas paradas;

– Interface limpa, leve e intuitiva;

– Colabora para evitar perda de tempo em pontos de ônibus, fazendo o usuário se dirigir à parada somente quando estiver perto de embarcar no transporte;

– Rodamos o aplicativo em um celular com 16 GB de memória física e 1,5 GB de RAM (memória virtual) e não houve falhas ou travamentos;

– Por operar por meio de GPS integrado com os ônibus, você conseguirá ver o tempo correto de chegada dos veículos, mesmo que eles estejam atrasados.

Contras:

– É necessário que o usuário tenha afinidade com tecnologia e mapas para lidar com a ferramenta. Apesar de ser intuitivo, pode ser uma missão difícil para quem não sabe aproveitar tecnologias;

– Ao aparecer, por exemplo, que o ônibus vai chegar em ‘sete minutos’, você vai contar no relógio e poderá dar um tempo até três minutos maior que essa previsão. A Semob explica que o aplicativo busca a posição do carro, em seguida busca a posição do passageiro, depois vê o percurso que falta ser percorrido e, por fim, calcula o tempo que falta para o carro chegar, baseado na média de velocidade que o veículo consegue imprimir no horário. Trânsito e chuva, por exemplo, podem interferir nesse cálculo, por isso essa pequena distorção em algumas previsões. Segundo a Semob, esse ‘problema’ vai deixar de existir e as previsões serão cada vez mais precisas em poucos meses;

– Conforme a Semob, não há previsão para disponibilidade do JampaBus-Semob no Windows Phone.

Observações:

– Apesar dos ônibus estarem com GPS, somente o aplicativo da Semob-JP oferece esse serviço; o MoovIt, por exemplo, pode até mostrar os horários dos ônibus, mas esse aplicativo se baseia na hora em que eles saem dos terminais e por isso não é possível trazer informações precisas sobre os transportes nas paradas;

– O GPS nos ônibus também não garante que João Pessoa esteja na lista de cidades que têm informações sobre rotas de transportes públicos no Google, como já ocorre em Recife (PE), por exemplo. Segundo a Semob, ainda não há previsão de quando isso poderá ocorrer;

– Para o bom funcionamento, é importante que a internet do seu celular esteja operando normalmente e com qualidade. Não vá culpar o aplicativo por um problema de conexão causado pela sua rede ou operadora telefônica;

– O aplicativo mostra apenas informações sobre as linhas de ônibus de João Pessoa, não das cidades da região metropolitana, como Bayeux, Conde, Santa Rita e Cabedelo.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas