Moeda: Clima: Marés:
Início Rádio Correio

Pastor Sérgio Queiroz fala sobre possível candidatura à prefeitura de João Pessoa e ingresso no Partido Novo

Em entrevista, ressaltou seu compromisso com a formação política e a possibilidade de promover mudanças mesmo sem uma candidatura direta
Pastor Sérgio Queiroz fala sobre possível candidatura à prefeitura de João Pessoa (Foto: Reprodução / Rádio Correio)

O Pastor Sérgio Queiroz, em entrevista à Rádio 98 Correio, durante o programa Correio Debate desta quarta-feira (21), falou sobre sua possível entrada no cenário político-partidário e sua potencial candidatura à prefeitura de João Pessoa.

Ao ser indagado sobre sua iminente filiação ao Partido Novo e sua possível entrada na disputa pela prefeitura da capital paraibana, Queiroz enfatizou a importância de uma escolha ponderada e estratégica. “Dessa vez, eu terei tempo para pensar. Eu tenho o que eu busquei lá atrás, um partido com um embaixador extremamente respeitado. A minha situação é muito mais conveniente dessa vez”, destacou o Pastor.

Além disso, ressaltou seu compromisso com a formação política e a possibilidade de promover mudanças mesmo sem uma candidatura direta. “Uma das coisas que a política precisa nos dar é a humildade de saber que não é só quem é votado que está fazendo política… O Partido Novo trouxe mais uma vez à tona o que sempre defendi que é a candidatura independente”, afirmou Queiroz.

Sobre sua ética enquanto pastor e a separação entre política e religião, o líder religioso foi incisivo. “Em relação à ética enquanto pastor, eu entendo que a política pode ser construída em um ambiente cristão desde que não se use o púlpito para fins políticos e partidários… O meu compromisso é não levar debates políticos para a igreja”.

Quando questionado sobre um possível convite do ex-presidente Jair Bolsonaro para se juntar ao seu projeto em João Pessoa, Queiroz respondeu: “Eu creio que a eleição de 2022 me definiu como um candidato autônomo com pautas claras… Eu somente tenho linhas de convergência profundas com o Centro-direita”, enfatizou.

Quanto à sua eventual candidatura, o pastor enfatizou que a estratégia é fundamental. “O que me impede de confirmar se serei ou não pré-candidato é estratégia… Hoje eu estou focado em ser articulador, com uma função de formador”, concluiu.

Por fim, Queiroz mencionou a possibilidade de um ato de filiação coletiva ao Partido Novo, destacando-o como um gesto bonito e democrático que pode moldar seu futuro político.

Receba todas as notícias do Portal Correio no WhatsApp

publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.