Início Geral

PB vai ao STF se nota de rebaixamento for mantida após audiência com Temer

O procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, adiantou, nesta quarta-feira (9), que já está preparado para ingressar no Supremo Tribunal Federal (STF) caso o governo federal mantenha o rebaixamento da nota da Paraíba no ranking do Tesouro Nacional. Ele disse, em entrevista ao programa ‘Correio Debate’, da TV Correio, que já vem se articulando com outros procuradores estaduais, que também não concordam com os critérios para definir o rebaixamento da nota. Confira vídeo da entrevista abaixo.

Leia mais sobre Política no Portal Correio

A decisão deve acontecer na próxima semana, após a audiência entre o governador Ricardo Coutinho (PSB) e o presidente da República, Michel Temer (PMDB). A audiência está agendada para quarta-feira (16).

Gilberto Carneiro acompanhou o governador, nesta terça (8), por audiências em Brasília (DF). Uma delas foi com o ministro da Fazenda, Henriques Meirelles. Ele disse que o governador explicou a situação financeira do estado e argumentou que sua gestão não pode ser penalizada por conta de redução dos repasses federais.

Além da Paraíba, mais 21 governos estaduais já ingressaram no STF pedindo uma fatia maior no bolo dos ativos repatriados. Ricardo Coutinho participou de audiência com a ministra Carmen Lúcia, presidente do STF, para tratar do assunto. Segundo Gilberto Carneiro, os governadores pediram que todas as ações fiquem com um só relator no Supremo. Pelos cálculos do governo, além dos R$ 187 milhões da divisão do imposto de renda pago pelos ativos repatriados, a Paraíba ganharia mais R$ 200 milhões caso tivesse direito à divisão do total da multa de 15% aplicada sobre o total desse imposto.

Confira vídeo da entrevista:


Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.