Início Notícias

PDT oferece duas vagas para tirar PT do esquema do PSB

O PDT, que tem a vice-governadora Lígia Feliciano como pré-candidata ao governo, ofereceu duas vagas na chapa majoritária para tirar o PT do esquema político do governador Ricardo Coutinho (PSB), que tem João Azevêdo como pré-candidato, e atrair os petistas para uma aliança para disputa eleitoral deste ano na Paraíba.

O presidente estadual do PT, Jackson Macedo, confirmou as conversações com o PDT e demais partidos da base aliada para uma possível composição. Ele ressaltou, no entanto, que a tendência do partido é de aliança com PSB, mas para isso reivindica uma vaga na chapa majoritária e que João Azevêdo vote em Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato do partido a presidente de República. “Se isso não acontecer, o PT tem até 28 de julho, que é o dia do encontro, para conversar com os partidos aliados e construir seu caminho”, afirmou.

De acordo Macedo, até o congresso estadual, o PT segue conversando com as forças políticas aliadas. Mas a decisão só deverá ser tomada de forma majoritária pelos 240 delegados do partido.

O petista disse, ainda, que conversou com a vice-governadora Lígia e com o deputado federal Damião Feliciano, porque o PDT é um partido aliado, irmão do PT, que sempre se manteve na base aliada. E vai seguir com as conversações, buscando alianças para disputa majoritária e proporcional.

Segundo o petista, o único impedimento, no momento, é que, no plano nacional, a preferência do partido é priorizar o palanque de Lula e o PDT tem a pré-candidatura de Ciro Gomes. “Mas, de toda forma o PDT sinaliza com a presença do PT na majoritária, e isso é algo para ser avaliado”, revelou.

Jackson Macedo disse, ainda, que em uma composição com o PDT, além da garantia de espaços na chapa majoritária, o PT teria boas condições para que fossem reeleitos os três deputados estaduais petistas, além do deputado federal Luiz Couto e outros pré-candidatos. “Assim, é uma possibilidade que vai ser conversada no encontro, onde vamos definir nosso futuro nas eleições, com a aprovação da política de alianças do partido para a disputa eleitoral”, comentou.

O presidente do PT falou ainda, da boa relação com os comandantes do PDT no Estado. Ele lembrou que o deputado Damião votou contra impeachment de Dilma e contra as reformas, tem sido amigo do PT no Congresso Nacional. Apesar de tudo isso, Macedo reafirmou a predileção por João Azevêdo e da manutenção da aliança com o PSB.

*Texto de Adriana Rodrigues, do Jornal Correio da Paraíba

 

Comentários

  • isso mesmo .Cassio e pedro comem o dinheiro na area federal através das verbas federais. E entao esses corruptos de campina querem o dinheiro do estado para enganar o povo. disse:

    traidora. Pode confiar nela? De jeito nenhum. Mesma politica de cassio e maranhao. Senao por que nao fica com ricardo? Traidora.

  • antonio ferrei ra loped disse:

    esse PT e demais

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.