Pedido de suspens?o de lista tr?plice pode atrasar escolha de novo conselheiro do TCE

16
COMPARTILHE

O conselheiro substituto Oscar Mamede do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba entrou com um mandado de segurança no Tribunal de Justiça da Paraíba pedido a suspensão da lista tríplice para a escolha do novo conselheiro do TCE, que foi encaminhada ao governador Ricardo Coutinho.

Leia mais notícia de Política do Portal Correio

Oscar Mamede participou da eleição no TCE que elegeu os três nomes de auditores para compor a lista tríplice, mas ele não recebeu votos suficientes e ficou fora da disputa. A eleição aconteceu em abril e visa preencher a vaga deixada pelo conselheiro Umberto Silveira Porto, devido a sua aposentadoria.

No mandado de segurança, ele alega que faltam critérios objetivos para a fundamentação da lista composta através de votação da corte. O relator do processo que pede a suspensão da lista tríplice é o desembargador Abraham Lincoln.

Até esta sexta-feira (10) o governador Ricardo Coutinho não havia definido quem ocupará o cargo de conselheiro do TCE. Os auditores que compõe a lista são: Antônio Cláudio de Silva Santos, Antônio Gomes Vieira Filho, Marcos Antônio da Costa.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas