Moeda: Clima: Marés:
Início Policial

Pelo menos um policial militar é preso suspeito de integrar grupo responsável por crimes na PB

Operação 'Proditor do Vale', da Polícia Civil, foi executada na manhã desta sexta-feira (22) para desmontar ação de criminosos no Litoral Norte da Paraíba
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Pelo menos um policial militar foi preso na operação ‘Proditor do Vale’, executada na manhã desta sexta-feira (22) pela Polícia Civil, com o objetivo de combater a ação de um grupo responsável por crimes no Litoral Norte da Paraíba. “Proditor” é sinônimo de “traidor”.

Entre as ações criminosas atribuídas ao grupo, consta um roubo de R$ 500 mil, ocasião em que um policial militar acabou saindo ferido. Segundo a polícia, a organização cometeu crimes nas cidades de Mamanguape, Rio Tinto, Baía da Traição e em outros municípios do litoral norte.

“Em um desses casos, os criminosos fizeram uma família refém durante a noite inteira e obrigaram as vítimas a se despirem”, disse o delegado seccional Sylvio Rabelo, de Mamanguape.

As investigações apontam ainda indícios de uma espécie de milícia que a quadrilha pretendia instalar na região, financiando grupos de segurança privada que torturavam e ameaçavam de morte quem não pagasse pelo serviço.

Conforme a polícia, o grupo atacou ainda vigilantes que trabalhavam no Dentran e em universidades, roubando armas. Frigoríficos e lojas de motos também foram alvos da quadrilha, que, segundo as investigações, contava com o apoio de agentes públicos.

Até as 10h30 desta sexta (22), a operação ainda estava em andamento e os detalhes da investigação, bem como todos os presos, não tinham sido divulgados.

Palavras Chave

Policial

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.