Início Geral

Pesquisa mostra que 58% dos paraibanos pretendem presentear os pais na pr?xima semana

Reconhecimento aos pais em forma de presente. É assim que 58,60% dos paraibanos pretendem homenagear os pais no dia deles, comemorado, neste ano, em 10 de agosto. O resultado representa uma expansão de 7,88 pontos percentuais se comparado ao mesmo período do ano passado. O levantamento foi feito pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas Econômicas e Sociais da Paraíba (IFEP) na Região Metropolitana de João Pessoa.

Leia mais Notícias no Portal Correio

No topo da lista dos presentes preferidos aparecem os itens de vestuário citados por 52,02% dos entrevistados. Em segundo lugar, vêm os calçados (11,66%), seguido de perfumes (11,21%), relógio de pulso (8,52%), celular (7,17%) e carteira e livros com 2,69% cada um. Neste quesito, os respondentes puderam citar mais de um tipo de presente, por isso o somatório ultrapassa 100%.

Com o presente dos pais, os consumidores pretendem gastar, em média, R$185,84. Este valor é 3,93% maior do que o indicado na intenção de gastos do ano passado. A maior parte dos entrevistados (33,63%) deve comprar presentes com valores entre R$51,00 e R$100,00. Em seguida aparece um percentual de 26,46% que pretendem gastar em torno de R$101,00 e R$200,00.

Quanto à forma de pagamento, a maioria (53,81%) pretende pagar à vista. Entre estes, 90,83% irão fazer o pagamento em dinheiro. É importante ressaltar que esta escolha está diretamente ligada ao grau de desconto oferecido pelos empresários. Quanto aos que pretendem comprar a prazo (46,19%), a maioria (96,12%) prefere usar o cartão de crédito.

Em relação ao local das compras, 60,09% dos entrevistados pretendem adquirir os presentes nos shoppings centers e 55,16% irão procurar as lojas localizadas no Centro de João Pessoa. Também foram citadas as lojas de bairro (8,07%) e internet (5,38%). Nesta questão, também podiam ser citados mais de um lugar, o que torna o somatório das respostas superior a cem por cento.

A maior parte dos participantes da pesquisa (48,43%) tem a intenção de comprar o presente do pai no início do mês de agosto. Já 37,22% comprarão exatamente na semana do Dia dos Pais. Um grupo de 12,11% do total afirmou que aproveitou as liquidações de julho para adquirir os presentes e 2,24% não responderam a questão.

Na hora das compras, alguns critérios vão influenciar na decisão. Entre os mais citados estão: a qualidade dos produtos oferecidos (72,65%), o preço do produto (62,02%), o bom atendimento (29,15%) e se haverá algum desconto na compra à vista (25,11%). Aqui também o entrevistado pôde citar mais de um item. 

Perfil dos entrevistados

As mulheres representam a maioria dos participantes da pesquisa, com 52,76%. Quanto ao estado civil, a maioria (45,58%) se apresentou como solteiro e em seguida aparecem os casados ou em regime de união estável (44,20%). A faixa etária mais encontrada foi entre 21 e 26 anos (24,86%), seguida por aqueles que se enquadram de 27 a 32 anos (18,51%). Já em relação à escolaridade, os que cursaram o Ensino Médio completo apareceram com o maior percentual (35,91%), seguidos pelos que possuem nível superior completo (29,56%) e os que ainda estão cursando o nível superior (24,03%).

A faixa de renda da maior parte dos entrevistados (31,77%) se encontra entre R$725,00 e R$1.448,00. Os consumidores com renda até R$724,00 aparecem com o segundo maior percentual (17,40%). É expressiva a parcela de consumidores que declararam não possuir qualquer rendimento (12,43%), que são dependentes financeiros do cônjuge ou estudantes.

A pesquisa também procurou conhecer a situação do respondente no mercado de trabalho. Os dados mostraram que 60,50% dos respondentes são funcionários do setor público ou privado; 12,15% são estudantes; e 8,84% aposentados ou pensionistas.   

A pesquisa entrevistou 362 consumidores na Região Metropolitana de João Pessoa no período de 14 a 21 de julho de 2014.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.