Operação, Recursos
Polícia Federal (Foto: Divulgação)

PF investiga fraude de R$ 1,6 mi na PB contra o Ministério da Saúde

Dois mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Campina Grande

537
COMPARTILHE

A Polícia Federal na Paraíba investiga a suspeita de fraude no Ministério da Saúde em Campina Grande. O trabalho ocorre por meio da operação Raio X, deflagrada nesta quinta-feira (27). Durante as apurações, a Polícia Federal constatou que a fraude teria causado prejuízos de R$ 1,6 milhão aos cofres públicos.

Dois mandados de busca e apreensão são cumpridos na cidade com o objetivo de identificar se um aparelho tomógrafo apresentado como de propriedade de uma fundação assistencial na área de saúde, na verdade estaria instalado em uma clínica particular de Campina Grande.

O presidente do Hospital da FAP, Paulo Marcelo, instituição que é alvo da operação, disse ao Portal Correio que não vai falar sobre o assunto.

O nome da operação faz alusão ao aparelho que teria sido adquirido mediante a fraude, um tomógrafo computadorizado, que pela emissão de Raio X consegue diagnosticar problemas de saúde.

Notícias mais lidas