Início Geral

PMDB contesta decis?o do PT e aguarda nota da nacional para definir se mant?m candidatura

O PMDB da Paraíba ainda não decidiu se seguirá com candidatura própria para o Governo do Estado. De acordo com o deputado federal Hugo Motta, a Executiva Estadual aguarda nota oficial da nacional do PT comunicando qual será a posição do partido na Paraíba para tomar sua decisão.

Leia mais notícias de Política do Portal Correio 

Segundo ele, a definição do apoio do PT a pré-candidatura à reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB) foi à revelia da nacional.

“O presidente Rui Falcão sinalizou neste sentido, de que não tinha sido comunicado da decisão do PT aqui na Paraíba, porque realmente foi feita a revelia do PT nacional, mas quem sou eu para entrar nas discussões internar do PT. Essa foi a informação que recebemos dele ontem à noite. O melhor para nós agora é mantermos o diálogo para tomarmos nossa decisão”, contou Hugo Motta.

De acordo com o assessor da Secretaria Geral do PT nacional, Cleiton Sousa, a Executiva está reunida desde o início da manhã desta quinta-feira (26) para deliberar sobre alianças nos estados. Segundo ele, até o fim da tarde o PT soltará nota comunicando as definições. 

O PMDB deve anunciar após a nota do PT se continuará com a candidatura própria. Caso escolha pela manutenção, o ex-prefeito Veneziano Vital do Rêgo, até então pré-candidato do partido, será substituído pelo seu irmão, o senador Vital do Rêgo Filho. A informação foi confirmada por Hugo Motta e pelo deputado Raniery Paulino. Segundo eles, a sugestão dada pela maioria dos peemedebistas é de que o ex-governador Roberto Paulino seja indicado para candidato a vice-governador. 

Charliton diz que reunião foi comunicada à nacional

O presidente estadual do PT na Paraíba, Charliton Machado, contestou a declaração dada por Hugo Motta afirmando que o PT nacional não havia sido comunicado da reunião entre PT e PSB. Segundo ele, a direção nacional foi informada do encontro dessa quarta-feira (25).

Apesar do presidente Rui Falcão ter conhecimento da reunião, Charliton afirmou que nada foi definido ontem, e sim, que apenas foi fechado um encaminhamento para eleições deste ano, portanto “tudo pode mudar até o dia das convenções”, inclusive, o PT desfazer o entendimento com o PSB e voltar para aliança com o PMDB.

“Nada foi definido. Ontem não houve decisão, houve um encontro de lideranças que firmaram entendimentos que levarão para suas convenções, agora o fórum de decisão política será na convenção partidária. Aquela foi uma reunião das tantas outras que fizemos. Eu comuniquei sim à nacional que estaria fazendo a reunião, mas estamos dialogando”, justificou.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.