Início Geral

PMDB perde, PSB ganha

Há quase sete meses (foi em 22 de agosto de 2015) antecipei neste espaço que o presidente eleito do Poder Legislativo, deputado Gervásio Maia iria deixar o PMDB. A janela que hoje permite a troca de partidos sem risco de perda de mandato ainda não tinha sido sequer aprovada, mas a sua decepção com o partido era tão grande, que não tinha conserto.

O senador José Maranhão tinha reunido a bancada para tentar uma saída para o Diretório de João Pessoa, que por acordo feito dois anos antes deveria passar para Gervásio Maia, mas Manoel Júnior, que estava no poder, rejeitou o rodízio. E não foi contrariado, o que detonou a crise.

Veneziano Vital do Rêgo foi escalado para acalmar os ânimos e evitar a saída do neto de João Agripino do PMDB. Gervásio usou um conto judaico para mandar sua resposta.

“Certo homem percorreu a cidade caluniando o sábio local. Mais tarde, o tagarela deu-se conta do dano que causara e dirigiu-se ao sábio para pedir perdão, prontificando-se a fazer qualquer coisa para reparar o erro. O atingido só tinha um pedido: que o caluniador apanhasse um travesseiro de penas e o abrisse, espalhando as penas ao vento. Embora intrigado com a solicitação, fez o que lhe foi mandado e voltou ao sábio.

– Estou perdoado? – perguntou.

– Primeiro vá, e ajunte todas as penas – respondeu o sábio.

– Mas como? O vento já as espalhou.

– Reparar o dano causado pelas suas palavras é tão difícil como recolher todas as penas – ensinou o sábio.

Gervásio, completou: “Se você conseguir que o PMDB, após contar cada uma, abra um travesseiro de penas na mais alta torre de João Pessoa, e se em seguida conseguir recolher todas, eu aceito. Mas enquanto tiver uma pena voando, não tenho nada a conversar”.

O dano estava feito. As farpas trocadas atingiram limite pessoal. E o clima só piorou após renovação de Diretórios da área de atuação de Gervásio, pois aliados seus foram substituídos.

Hoje temos apenas o desfecho dessa história, com o PMDB perdendo e o PSB de Ricardo Coutinho ganhando um líder jovem, preparado, destemido, que é presidente eleito da Assembleia e quadro com potencial para disputar o Governo do Estado.

Torpedo

“Sem dúvida é um dos deputados mais qualificados desta Casa, tem uma trajetória belíssima no PMDB. Todos sabemos os problemas que ele enfrentou e ainda está enfrentando, mas a partir de amanhã [hoje] se libertará. Será muito bem-vindo”.

Do líder do governo, Hervázio Bezerra comemorando a filiação do parlamentar que troca o PMDB pelo PSB.

Ainda não

O deputado licenciado e secretário de Articulação Política Trocolli Júnior não assina, hoje, desfiliação do PMDB. Seguirá Gervásio Maia, mas no seu próprio tempo e garantindo continuação do diálogo entre PMDB e PSB.

Salto alto?

Lucélio Cartaxo rejeita “salto alto” nas conversar sobre a reeleição do irmão, Luciano. Esclarece, a propósito da sua fala de que a desistência de Ruy Carneiro facilita diálogo, mas não garante vaga de vice ao PSDB.

Respeito

Lucélio, que como presidente municipal do PSD tem conversado com vários partidos, reconhece a importância dos tucanos, mas observa que “por questão de respeito”, os outros aliados devem participar do debate.

Premissa

Lucélio Cartaxo argumenta que o PSDB tem grandes nomes, mas que outros partidos aliados, também. “Vamos escutar todos. Não podemos esperar que os demais aliados apenas referendem um nome”, pondera.

Zigue-Zague

A lista com nomes de potenciais candidatos a vice de Veneziano Vital do Rêgo, em Campina Grande, só cresce. Tem representantes do PT, PR, PTN e PSC.

A prefeita Tatiana Correa está rindo à toa: o primeiro-ministro de Portugal, Antonio Costa escolheu o Conde para férias com a família. É promoção sem preço.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.