Início Geral

PMJP apresenta ao MPPB projeto de recuperação de casarões históricos; vídeos

A Prefeitura Municipal de João Pessoa apresentou à Promotoria do Meio Ambiente e Patrimônio Social o projeto executivo de recuperação de casarões da rua João Suassuna, no Centro Histórico da Capital. No país, é o primeiro projeto de revitalização de casarões históricos dentro do programa Minha Casa, Minha Vida. O governo federal deve replicar esse modelo para outros estados, dependendo da viabilidade dessa experiência na capital paraibana. Veja vídeos abaixo:

Leia mais Notícias no Portal Correio

Serão investidos R$ 4,8 milhões em seis pontos comerciais, sendo que um ficará à disposição da PMJP. Os interessados na aquisição das unidades habitacionais devem firmar contrato de financiamento com a Caixa Econômica Federal, pelas regras do programa Minha Casa, Minha Vida.

A expectativa da Secretaria de Habitação de João Pessoa é que a contratação ocorra dentro de 60 dias, no máximo. O início das obras serão dentro de 30 dias após a contratação. O prazo de entrega da obra é de sete meses. Os casarões abrigarão 17 apartamentos residenciais.

A apresentação foi feita pela secretária Socorro Gadelha, às 8h30 desta terça (21), na sede das Promotorias, no Centro de João Pessoa.

Ela destacou a revitalização de outras áreas do Centro Histórico, como o Hotel Globo, o conventinho e o Parque Solon de Lucena (Lagoa). “Estamos levando gente para dar sustentabilidade ao Centro Histórico”, disse.

Durante a apresentação, o promotor do Meio Ambiente e Patrimônio Social, João Geraldo Barbosa, fez vários questionamentos do projeto intitulado ‘Villa Sanhauá’. Ele disse que todo o processo deve transcorrer dentro da mais absoluta legalidade. Antecipou ainda que o MPPB vai instaurar uma ação civil pública para acompanhamento da execução de todas as etapas da obra.

O projeto Sanhauá consiste na execução de 17 unidades habitacionais organizadas em condomínio, além de seis áreas comerciais e uma institucional que funcionarão em oito casarões da rua João Suassuna, no Centro Histórico da Capital.

A reabilitação dos casarões foi aprovada pela Caixa Econômica Federal, Instituto do Patrimônio Histórico e Cultural Nacional e do Estado (Iphan e Iphaep), Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa) e Energisa.

A prefeitura veiculou edital de seleção convocando interessados na aquisição das unidades habitacionais.

Assista aos vídeos do Portal:

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.